Motociata salva?

Derretendo nas pesquisas de intenção de votos, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem sido aconselhado por aliados e assessores a viajar para todas as regiões do País, a partir de Janeiro, para inaugurar obras e explorar veículos de comunicação locais – principalmente rádios – para propagar as ações do Governo. Na rota da reeleição de Bolsonaro, também está sendo desenhado o novo roteiro das chamadas motociatas. A avaliação dos assessores palacianos é de que os sete encontros sobre duas rodas realizados neste ano geraram boa repercussão pela grande adesão de apoiadores. A largada das motociatas poderá ser em uma capital do Nordeste, onde Lula permanece disparado à frente nas pesquisas.

 

Nas ondas

Lula mantinha diariamente um programa breve de rádio, gravava cedo, e espalhava para emissoras do interior. Isso fortaleceu muito o então presidente.

 

Vários Brasis

Como não são registradas as pesquisas atuais, os institutos não divulgam onde são realizadas. No interior, Bolsonaro está forte ainda, e há um clima antipetista também.

 

Vacina no crachá

A Prefeitura de Maceió lança hoje o selo “Ambiente Seguro” para empresas e órgãos públicos que imunizarem todos os seus colaboradores com, no mínimo, duas doses.

 

Em campanha

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, ainda não mudou o título eleitoral para São Paulo, mas já dedica parte da agenda ao Estado de olho na disputa ao Governo.  Nos últimos 20 dias, participou de lançamento do projeto Educa, foi recebido pela diretoria da Fecomércio (SP), se reuniu com empresas de logística, visitou o Porto de Santos e foi recepcionado como futuro candidato durante o Fórum Moderniza Brasil.

 

A seu tempo

Quando indagado sobre sua provável candidatura ao Governo de São Paulo, o ministro da Infraestrutura tem mantido o mantra: “Tudo tem seu tempo”.

 

Rastreados

Veículos oficiais ou a serviço do poder público poderão ser rastreados. A medida está prevista no Projeto de Lei nº 2317/15, já aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Segundo o autor da proposta, deputado Aliel Machado (PSB-PR), o objetivo é evitar o uso irregular desses veículos.

 

Vazamentos

Ex-ministro da Saúde, o deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) cobra, há mais de um ano, explicações sobre a segurança de rede da pasta. À época, quando um vazamento de senha expôs dados de milhões de pacientes, ele indagou se “foi criada alguma central de atendimento para que eventuais vítimas desse vazamento”.

 

Nova cobrança

Padilha não obteve resposta. O deputado protocolou na Câmara ovo pedido de informações à pasta e questiona qual o orçamento proposto (com as respectivas notas e datas de empenho e pagamento) destinado no ministério em segurança de rede.

 

Atacados lucram

Um levantamento da Serasa Experian revela que 2020 o setor Atacadista brasileiro fechou o ano com cenário positivo. As empresas desse segmento tiveram lucro líquido de R$ 18,8 bilhões nesse período, marcando aumento de 63,7% frente aos números registrados em 2019, quando tiveram queda de 8,7%. A pesquisa ouviu 1.905 empresas.

 

Os derrotados

Além do senador Fernando Bezerra (MDB-PE), que despencou da liderança do Governo, o ex-presidente da Casa Renan Calheiros (MDB-AL) saiu derrotado na eleição que escolheu AntonioAnastasia (PSD-MG) para a vaga no TCU. Renan foi cabo eleitoral de Kátia, e percorreu gabinetes com ela para a vaga de Raimundo Carreiro, seu apadrinhado no tribunal que se aposentou.