Gravações cabulosas

As gravações que flagraram o chefe de Gabinete do então governador Beto Richa, jornalista Deonilson Roldo, interferindo na licitação da construção da PR-323 para favorecer a Odebrecht, causam um terremoto nas eleições de 2018. O primeiro a sair totalmente chamuscado é o próprio ex-governador. Se não for obrigado a desistir da candidatura ao Senado pela lei da ficha limpa, vai encarar um debate que o deixa totalmente vulnerável no Estado da Lava Jato. A estas alturas, a candidatura a deputado federal pode ser uma boa saída.Clique aqui e ouça o áudio completo. 

Quem perde I

Candidato Ratinho Jr: vai renegar três vezes o Governo Beto Richa, onde ocupou por três longos anos a secretaria mais estratégica, a de Desenvolvimento Urbano. Mas até ontem sonhava de olhos abertos com o apoio eleitoral do ex-chefe. E o passado é muito recente.

Quem perde II

O suave irmão Pepe Richa: com o desgaste de Beto, Pepe Richa talvez tenha de adiar os planos de concorrer a uma vaga na Câmara Federal. E se deve dar por sortudo se a tal delação do ex-diretor do DER Nelson Leal Jr, em negociação com o Ministério Público Federal, não trouxer novas e arrepiantes revelações sobre estradas paranaenses.

Quem perde III

Jornalista Deonilson Roldo: o homem mais poderoso do Governo Beto Richa, fiel aliado dele há mais de 20 anos, Roldo mantinha o controle da gestão do Estado. Se assumir, sozinho, a responsabilidade sobre o escândalo da Odebrecht, terá de pedir demissão do confortável emprego de diretor da Copel. Será transformado num Ezequias Moreira II, o homem da sogra fantasma no grupo do ex-governador.

Senge reage

O Senge (Sindicato dos Engenheiros do Paraná) divulgou nota ontem pedindo a cabeça de Deonilson Roldo da diretoria da Copel. “O Senge-PR (…) manifesta repúdio às atitudes ilícitas atribuídas ao Diretor de Gestão Empresarial da Copel, Deonilson Roldo. A reportagem da revista divulgou gravações mostrando a participação de Roldo em esquema de corrupção envolvendo o Governo do Estado do Paraná, empreiteiras e a própria Copel”.

Tem mais…

A nota segue: “Causam-nos repulsa e verdadeira indignação os fatos mencionados. Não é possível aceitar tal conduta de um agente público, sobretudo quando integrante de altos cargos de gestão e de decisão em órgãos e empresas de fundamental papel estratégico para o governo e para os paranaenses. (…) Diante disso, o Senge enviou ofício nesta sexta-feira (11) cobrando da Diretoria da Copel imediato afastamento, definitivo e irreversível, de Deonilson Roldo do cargo de diretor da estatal, bem como dos conselhos fiscais das Cutia Empreendimentos Eólicos e da São Bento Energia, subsidiárias da Copel”.

Anticorrupção já tem trabalho

A Divisão Anticorrupção, criada pela governadora-candidata Cida Borghetti semana passada para combater todo tipo de mal feitos no Paraná, já tem um alvo bem especifico: pode se dedicar a destrinchar a gravação do áudio revelado pela revista “Isto é”. Afinal, trata-se do jornalista Deonilson Roldo, um alto funcionário do governo que ela indicou para uma diretoria da Copel.

Sexta-feira – Dia da Maldade

Hoje é sexta-feira, dia da maldade. Hoje é dia de lembrar que:

1) Joaquim Barbosa desiste, Alvaro Dias persiste e Lula subsiste

2) Marcela Temer salva um cachorrinho e faz sucesso

3) Michel Temer tira o Brasil da Dilma e a rejeição piora

4) O filme sobre Edir Macedo é a maior bilheteria do País

5) O pesadelo de Beto Richa – Toni Garcia lives

6) O pesadelo da Família Barros – Beto Richa lives

7) Greca briga com os petistas e se exibe para os curitibanos

8) Os curitibanos brigam com os petistas e se exibem para Moro

9) Moro condena Lula e se exibe para o mundo

10) Os SCO, o novo grupo destaque no governo do Paraná: os Sem Carro Oficial.