Felipe Carvalho vai a Minas para ser campeão do Turismo Nacional

Líder da categoria 2B, sem os descartes, o cascavelense Felipe Carvalho vai a Curvelo, em Minas Gerais, para ser campeão do Turismo Nacional. Sem os cinco descartes obrigatórios, Felipe tem 423 pontos, contra 366 de Carlos Machado. O piloto da equipe Sensei será o único cascavelense na etapa de encerramento da temporada. 

Felipe diz que fez as contas e precisa de dois terceiros e dois quarto lugares nas quatro provas de Curvelo para ser campeão. Mas seu pensamento é ganhar a etapa para coroar a conquista do título. “Vou para cima, vou para ganhar. Ganhando a primeira prova já abre caminho para buscar a vitória nas outras. Tudo depende só de nossas forças. Vamos fazer aquilo que sempre fizemos e voltar a Cascavel como campeão”, completa Felipe Carvalho.

Classificação da categoria 2B

Pos. Piloto Pontos

1º) Felipe Carvalho 423

2º) Carlos Machado 366

3º) André Jacob 359

4º) Alisson Nurnberg/João Paulo Naumes 303

5º) Diogo Lapena 252

6º) Wenes Oliveira de Carvalho 188

7º) João Lemos’ 141

8º) Mario Garibaldi Filho 138

9º) Ivan Maximiliano 113

10º) Rafael Fernando Colombari 100


Filipe Vriesman é o destaque do ano

Trinta e três corridas oficiais em 2018, 20 poles, 18 vitórias e 61 troféus. Por incrível que possa parecer, esse currículo extremamente vitorioso é de um jovem piloto de kart de apenas sete anos de idade, Filipe Vriesman, que reside em Carambeí, a cerca de 140 quilômetros de Curitiba. 

Pequenino, ele participa de sua primeira temporada na Mirim, a primeira na escala de categorias do kartismo brasileiro, e disputa as principais competições do esporte no País.

Em Londrina, no início do ano, Filipe Vriesman disputou e venceu o Open do Sul-Brasileiro e próprio Campeonato Sul-Brasileiro, o terceiro nacional mais importante do Brasil. Em julho, no Kartódromo Granja Viana, depois de uma ótima preparação durante o Open, ele se sagrou vice-campeão brasileiro em meio a um grid composto por 16 dos melhores pilotos de sua categoria no Brasil.

Na cidade de Pato Branco, Filipe Vriesman disputou dois eventos, o Open do Paranaense e o Campeonato Paranaense, sagrando-se campeão da Mirim em ambos as competições. Em Caçador (SC), o piloto de Carambeí participou do Campeonato Catarinense e foi o vice-campeão.

Filipe Vriesman disputou também os dois campeonatos mais importantes de São Paulo, certamente o centro do kartismo nacional, para onde vão todos os pilotos que buscam uma carreira de sucesso. Na Copa São Paulo Light, o jovem piloto foi campeão da Mirim Rookie, reservada aos pilotos estreantes na categoria, e terceiro colocado na classificação geral. E na Copa São Paulo Granja Viana ele se sagrou vice-campeão.

Em outubro, competindo em Minas Gerais, Filipe Vriesman conquistou seu segundo título nacional em apenas um ano de participação no kartismo ao vencer a Copa Brasil, o segundo mais importante na escala de eventos do esporte no Brasil.

Por fim, nas últimas semanas, o talentoso piloto – que ganhou da Engine Studio uma pintura personalizada em seus dois capacetes – venceu mais dois campeonatos: a Copa SPR Light, disputada no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), e a Copa Super Paraná, realizada no Kartódromo Raceland Internacional, em Pinhais (PR).

Em 2019, um dos maiores destaques do kartismo brasileiro na atual temporada continuará a competir na Mirim, em função da idade. 

Aos 7 anos, Filipe Vriesman acumulou 20 poles, 18 vitórias e 61 troféus em 2018/ Foto: Divulgação

Arrancada

A Copa Paraná de Arrancada na Terra termina domingo, com a realização da quinta etapa em São José dos Pinhais.

Felipe Massa

Felipe Massa estreia neste sábado na Fórmula E, quando disputa o GP da Arábia Saudita. Ele diz que nada que aprendeu na Fórmula 1 será aplicada na nova categoria. É tudo diferente. 

Aluguel

O Brasileiro de Kart, a ser disputado em julho, em Cascavel, já aquece o mercado imobiliário. Muitas equipes irão se instalar na cidade a partir de janeiro e já procuram casas para alugar para mecânicos e preparadores. 

Di Grassi inicia campanha pelo bi

Em busca de mais um recorde. É assim que Lucas Di Grassi começa a temporada 2018/2019 do Campeonato Mundial de Formula E (carros elétricos), que abre o torneio neste sábado, em Ad Diriyah, nos arredores de Riade, capital da Arábia Saudita. Será a primeira das 13 corridas a serem realizadas em 12 cidades de cinco continentes até o fim do torneio, no dia 14 de julho, quando haverá a rodada dupla em Nova Iorque (EUA). A prova marca também o início da luta do brasileiro pelo bicampeonato de uma categoria da qual Lucas permanece como o principal piloto da história. Com um título de campeão (2016-2017), dois vices (2015-2016 e 2017-2018) e um terceiro lugar (2014-2015), Di Grassi é detentor da maior parte dos recordes da categoria.