Coluna Bandeirada – Brasileiro vai ao pódio em Daytona

O domingo em Daytona foi de festa para o Brasil

A Wayne Taylor Racing repetiu o resultado obtido em 2019 e voltou a vencer as 24 Horas de Daytona. Domingo, o Cadillac #10 DPi guiado por Renger van der Zande, Ryan Briscoe, Scott Dixon e Kamui Kobayashi – o grande destaque da tripulação na prova – cruzou a linha de chegada na frente, levando a equipe à sua terceira conquista em Daytona nos últimos quatro anos. O domingo também foi de festa para o Brasil. A BMW venceu a categoria GTLM com o BMW M8 GTE #24, pilotada pelo brasileiro Augusto Farfus e por Chaz Mostert e John Edwards. Eles se tornam bi da categoria.

Miguel Costa na Academia da Sauber

O Brasil terá seu mais jovem representante em uma academia internacional de pilotos a partir deste ano. Miguel Costa, piloto de kart com apenas dez anos, foi contratado para fazer parte da Sauber Karting Team, vinculada à equipe Alfa Romeo de F-1. O brasileiro, que está na Europa onde participa da temporada completa do WSK (World Series Karting), é o mais novo piloto a ter esse tipo de vínculo em um programa de desenvolvimento de talentos ligado a um time na F-1.

 

Cascavelense é campeão no Troféu Ayrton Senna

A temporada de 2020 começa bem para o kartismo de Cascavel. Sábado, Murilo Fiore Barcellos se sagrou campeão da categoria F-4 Graduados no Troféu Ayrton Senna, disputado no Kartódromo Speed Park, em Birigui, interior de São Paulo. A competição abriu a temporada de 2020 e foi o primeiro teste do circuito biriguense, que, em julho, seriará o Campeonato Brasileiro e, em outubro, o Mundial de Kart.

Murilo foi um dos destaques do Troféu Ayrton Senna, estando sempre entre os mais rápidos da categoria F-4 Graduados. Largou em terceiro e se classificou em segundo na primeira prova classificatória; em terceiro na segunda e, na Final, largou em segundo. Bastaram apenas algumas voltas para assumir a liderança e imprimir um ritmo forte para conquistar a vitória que lhe valeu o título, completando as 20 voltas da prova em 18m43s313, recebendo a bandeirada com uma vantagem de 9s857 para Giuliano Forclin, que ficou com o vice-campeonato.

Outros cascavelenses

Cascavel teve mais dois representantes no Troféu Ayrton Senna. Tiago Schweiger foi o oitavo colocado na categoria Sênior e Akyu Myasava terminou em 18º na categoria Júnior Menor, enfrentando problemas mecânicos nas duas provas classificatórias e na Final.

O cascavelense Murilo Fiori Barcellos inicia a temporada sagrando-se campeão do Troféu Ayrton Senna
Foto:Eni Alves/Divulgação

 

Firás Fahs considera normal sua estreia na Júnior Menor

 

Firás Fahs, da equipe Cellshop/SOS Proteção, considerou normal sua estreia na categoria Júnior Menor. Depois de lagar em 19º, o piloto de Foz do Iguaçu conquistou o 11º lugar no Troféu Ayrton Senna, encerrado sábado no Kartódromo Speed Park, em Birigui, interior de São Paulo.

Firás largou em 19º, conquistou o 13º na primeira prova classificatória; o 14º na segunda; e, na Final, chegou em 11º. “Em se tratando da estreia em uma nova categoria, ser a primeira prova após as férias, foi normal. É o início de um trabalho visando ao Campeonato Brasileiro, que será no Speed Park, em julho. Iniciamos do zero. Primeiro conhecendo a pista e depois buscando os acertos. Nas próximas competições será melhor”, acentua Firás.

Firás também se queixou das ondulações da pista, que machucam muito o piloto. “Estou cheio de hematomas e sentindo muitas dores”, frisa Firás.

O campeão da categoria Júnior Menor no Troféu Ayrton Senna foi Mateus Callejas, com Enzo Bedani ficando com o vice-campeonato e Alfredinho Ibiapina como o terceiro colocado.

Firás Fahs está iniciando sua preparação para o primeiro Campeonato Brasileiro na categoria Júnior Menor – Foto: Divulgação

 

 

 



Fale com a Redação

quinze − 11 =