Combate à corrupção

A Alep aprovou um reforço de R$ 2,2 milhões no orçamento do Fundo Estadual de Combate à Corrupção. “O Paraná foi o primeiro estado do País a implantar um Programa de Compliance e Integridade, para prevenir qualquer tipo de desvio. Estamos vigilantes o tempo todo e desenvolvendo ferramentas efetivas para combater a corrupção. Esse é um compromisso do governo do Estado e também da Assembleia. Zelamos pela transparência e controle do dinheiro público”, afirmou o deputado Hussein Bakri (PSD).

 

Condecorado

Por indicação do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal paranaense Filipe Barros (PSL) será condecorado com o grau de Grande Oficial da Ordem de Rio Branco. Trata-se da mais importante condecoração da diplomacia brasileira, concedida a autoridades e a cidadãos a fim de “distinguir serviços meritórios e virtudes cívicas”, além de “estimular a prática de ações e feitos dignos de honrosa menção”, conforme explica o ministério das Relações Exteriores.

 

Aliado da inovação

O BRDE tem sido um forte aliado da inovação nas empresas paranaenses. Em parceria com o governo do Paraná, o acesso ao crédito voltado a projetos inovadores foi ampliado. Por meio do Programa Inovacred, foram liberados R$ 10 milhões para iniciativas voltadas ao desenvolvimento e aprimoramento de produtos, processos e serviços, e também ações inovadoras no âmbito organizacional e de marketing.

 

SuperLive

A deputada federal Aline Sleutjes (PSL) comunicou que fará uma nova SuperLive. O vídeo será transmitido pelas redes sociais da deputada nesta sexta-feira, às 11h. A live vai contar com a participação do vice-presidente Mourão, do ministro Marcos Pontes e do presidente da Embrapa, Celso Luiz Moretti. “O tema abordado vai ser sobre o papel das tecnologias nacionais para manutenção da competitividade do Brasil no mercado de commodities agrícolas”, adiantou Sleutjes.

 

Meritocracia

O MEC adiou para janeiro de 2021 a exigência de que participantes do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) tenham nota igual ou superior a 400 pontos na redação do Enem. A exigência entraria em vigor neste ano. Ao determinar a medida, o MEC informou que as mudanças foram feitas para garantir “a meritocracia como base para formar profissionais ainda mais qualificados”.

 

***Fake Adress

A PF deflagrou a Operação Fake Adress, com o objetivo de investigar transferências de domicílio eleitoral suspeitas devido ao uso de comprovantes de endereços falsificados. De acordo com os investigadores, há pelo menos 75 casos suspeitos identificados pela 188ª Zona Eleitoral de Pinhais, que teriam se aproveitado do fato de a Justiça Eleitoral ter permitido, devido à pandemia, que transferências de domicílio eleitoral fossem feitas por meio do sistema eletrônico Titulonet.

 

***Correios

Projeto de lei que cria as condições para a privatização dos Correios foi encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, informou que o texto final deve ser encaminhado ao Congresso ano que vem e a expectativa é de que seja aprovado até o fim de 2021, para que seja iniciado o processo de venda da empresa à iniciativa privada.