Coluna ADI do dia 09 de julho de 2019

Havan em PG

O presidente da Havan, Luciano Hang, vistoriou em Ponta Grossa as áreas para a implantação de um centro comercial que abrigará as megalojas da Havan e da MM. “Admiro muito Ponta Grossa e este centro comercial demonstra que acreditamos na cidade, investindo e gerando mais desenvolvimento e empregos”, disse. O investimento deve superar R$ 50 milhões e quando estiver em operação deverá gerar mil vagas de emprego.

Desburocratizar

O deputado Pedro Lupion (DEM-PR), relator do projeto de lei que melhora a eficiência e desburocratiza a administração pública, avisa que o prazo para emendas de deputados acaba nesta semana. Assim que finalizado, Lupion apresenta o relatório na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), quando o presidente da comissão, deputado Felipe Francischini (PSL-PR), pautar. Um das novidades do projeto de Alessandro Molon (PSB-RJ) será obrigar a administração pública a acompanhar resultados de governança.

Ney na ACP

O deputado secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost (PSD), será homenageado no dia 16 de julho pela Associação Comercial do Paraná, em Curitiba, durante as comemorações do Dia do Comerciante, data criada pela lei de autoria do próprio Leprevost.

Saúde e infraestrutura

O deputado Ricardo Barros (PP) adiantou que o Paraná terá mais R$ 300 milhões para investir em saúde e obras de infraestrutura em 2020. Os recursos são de quatro emendas da bancada federal paranaense. “A bancada escolheu quatro emendas para 2020. A construção do contorno sul metropolitano de Maringá, a construção da ferrovia Curitiba-Paranaguá-Antonina, a manutenção de rodovias federais e investimentos para entidades filantrópicas a exemplo de hospitais a Apaes”, disse.

Voos para Cornélio

Cornélio Procópio, no norte do Paraná, vai integrar o programa Voe Paraná e receber voos da operadora Gol. Serão dez cidades do interior que passarão a ter voos diretos para Curitiba. O programa será lançado em breve pelo governador Ratinho Junior.

Redução da maioridade

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas aponta que 76,7% dos brasileiros apoiam a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos. Os contra somam 19%. A pesquisa foi feita com 2.232 eleitores entre os dias 27 de junho e 1º de julho em 154 cidades dos 26 estados mais o Distrito Federal.

Conversa pra dormir

O novo pacto federativo proposto pelo ministro Paulo Guedes (Economia) “é conversa pra boi dormir”, segundo o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB). Guedes propõe desvincular do orçamento as receitas e os porcentuais obrigatórios, nas áreas como educação e saúde. “Modificar a injusta distribuição dos tributos, nem pensar, pois hoje o Governo Federal fica com 58%, os Estados com 24% e os Municípios com apenas 18%”, diz.

Penaliza os menores

“A atual carga tributária daqueles que têm até dois salários de renda familiar é superior a 50%, e de quem tem mais de 30 salários mínimos, menos de 30%. Isso reflete o predomínio de impostos indiretos, e não sobre a propriedade, a renda e a riqueza”, diz o ex-deputado, Luiz Carlos Hauly (PSDB), que já foi relator da Reforma Tributária.

La garantia soy yo

“A Lava Jato vai continuar. E essa não é a palavra só de um brasileiro que ama o Brasil. É de quem no ano que vem assume a presidência do Supremo”, do ministro do STF, Luiz Fux, em palestra a investidores, que assumira o Supremo a partir de setembro de 2020.

 



Fale com a Redação

1 × dois =