Cerimônia de abertura pode ter cena alterada

gisele1.jpgRIO – No ensaio geral da cerimônia de abertura
dos Jogos realizado domingo no Maracanã, uma cena se destacou, mas de forma
negativa. Em uma parte do espetáculo, um ambulante é coagido por um policial e
corre para os braços de Gisele Bündchen ? anteontem, uma dublê fazia o papel da
modelo. A representação acabou sendo um dos assuntos mais comentados nas redes
sociais, e, também, um dos mais criticados. Para muitos que assistiam ao evento,
aberto a parentes de voluntários e patrocinadores, a encenação pegou mal não só
pela truculência com que foi mostrado um cenário de exclusão, mas por parecer um
assalto. Nos bastidores, a má impressão causada ao público foi tema de reuniões
pautadas por pedidos de mudança no roteiro.

brde1

Sem comentar a cena, o italiano Andrea Vanier, CEO da empresa Cerimônias
Cariocas 2016, responsável pelo evento, disse ontem que a festa de abertura da
Olimpíada ainda passará por ?ajustes?:

– Sempre há modificações. Por isso, fazemos ensaios, para ajustar. Vamos ter
mais um ensaio, e é óbvio que, após o de ontem (domingo), teremos pequenas
mudanças.

PRESSÃO NOS BASTIDORES

Amanhã à noite, artistas e voluntários entrarão novamente em campo para os
preparativos finais da festa. Este ensaio, o último, será fechado, como já era
previsto.

Uma pessoa que trabalha na organização da abertura da Olimpíada contou que,
ao contrário do que muitos espectadores entenderam, a cena não representa um
assalto. Ele afirmou que um ambulante é reprimido pela polícia na praia e corre
para o braços de Gisele, que o protege. Em seguida, a cantora Ludmilla aparece e
canta o ?Rap da felicidade?, de Cidinho e Doca.

– Todo mundo percebeu que, de longe, a cena não ficava clara. Teremos mais um
ensaio na quarta-feira (amanhã), onde vários ajustes serão feitos. Acredito que
essa parte será modificada – disse a fonte.

Em seu perfil no Twitter, o cineasta
Fernando Meirelles chamou de ?ideia de girico (sic)? a interpretação de que se
tratava de um assalto. Ele recebeu manifestações de apoio e críticas de
seguidores. ?A grande surpresa será um arrastão na plateia no meio da abertura.
Tudo encenação, claro?, escreveu um internauta. ?Espero que seja mentira.. É
para fechar o caixão…?, postou um outro. ?Nunca acreditei que alguém possa ter
tido uma ideia de tamanho mau gosto. Vamos mostrar o que temos de melhor. O de
pior, todos sabem?, comentou um terceiro. ?Criticaram até o uso da música
?Construção?, de Chico Buarque, que é uma aula de poesia. Vira-latas, sempre os
vira-latas…?, afirmou um seguidor do cineasta.

Segundo o blog da coluna Gente Boa, do
GLOBO, a repercussão foi tão negativa que os organizadores querem a retirada da
polêmica parte do espetáculo, que foi motivo de reportagem no site do jornal
inglês ?Daily Mail?: ?Gisele Bündchen vai ser roubada durante a cerimônia de
abertura da Olimpíada numa cena bizarra que mostra a vida real no Rio de
Janeiro?, diz um trecho.

Unimed

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação