Cauã inicia preparação para o Brasileiro

Cauã Mendes disputou sua primeira temporada apenas no ano passado, quando completaria 16 anos

Ao contrário da maioria dos atuais talentos do kartismo brasileiro, o jovem Cauã Mendes (GO! Motorsport Preparadora de Motores Premium) iniciou sua carreira no kartismo um pouco mais tarde. Isso, entretanto, não o impediu de conquistar resultados importantes logo em sua primeira temporada, quando disputou eventos estaduais e também o Campeonato Brasileiro.

Quando usar máscara de pano

Nascido em Campinas (SP) em 2003, Cauã Mendes disputou sua primeira temporada apenas no ano passado, quando completaria 16 anos. Foram 22 corridas disputadas em oito kartódromos distintos, que lhe renderam a conquista de 20 pódios, sendo nove vitórias, seis segundos lugares, três terceiros e dois quintos. Dentre as conquistas mais relevantes, o título de campeão da F4 Racers e da Copa Dionísio Pastore, ambos eventos disputados no interior de São Paulo.

Além disso, Cauã Mendes subiu no pódio do difícil Campeonato Brasileiro pela categoria Super F-4 logo em sua primeira participação, após receber a bandeirada em quinto na última e decisiva bateria da competição, disputada em Cascavel, no oeste do Paraná. “Eu comecei no kart em 2018, com muitos treinos. Quando sentimos que eu estava pronto, partimos para as competições”, relembra Cauã Mendes, que desde o início de sua carreira integra a Scuderia Marcelino, comandada por Carlos Marcelino, bicampeão da Copa Brasil de Kart como piloto e dono de diversos títulos como chefe de equipe. “Conquistamos belos resultados neste primeiro ano e começamos bem o segundo, 2020”, emendou.

Desde janeiro de 2020, Cauã Mendes passou a ser piloto oficial da fabricante de chassis Thunder, uma das maiores vencedoras nesse segmento nas últimas temporadas. E, em seu primeiro compromisso na temporada, ele conquistou outro pódio, quando finalizou em quinto no Troféu Ayrton Senna, disputado no Kartódromo Speed Park, em Birigui (SP), o palco do próximo Campeonato Brasileiro. Na pista, Mendes foi o terceiro colocado, mas uma punição o fez perder duas posições.

Antes da suspensão total das competições do kartismo e do automobilismo no Brasil, Cauã Mendes participou de algumas provas, que o deixaram na liderança da Copa San Remo pela categoria Pró e na vice-liderança da FRacers, na Sprinter, ambas categorias que utilizam motores 2 tempos, de 125cc. “Este ano, apesar da parada, tem sido excepcional para mim”, resume Cauã. “Disputei cinco corridas e em todas os resultados foram ótimos, sempre em primeiro ou segundo”, completa.

Na última delas, realizada em Nova Odessa, Cauã Mendes venceu as duas baterias da Pró, finalizando a terceira rodada da Copa San Remo na liderança da categoria, quatro pontos à frente de Rafael Pastorello, o vice-líder.

No Brasileiro deste ano, Cauã competirá em duas categorias com motorizações distintas, na F-4 Graduados e na Graduados.


Lives

A moda do momento são as lives. Todo o mundo está fazendo lives. No mundo esportivo, algumas personalidades chamam a atenção, outros ficam apenas no bate-papo entre grupo de amigos. Já algumas têm alcançado enorme repercussão, como foi o caso da transmissão do piloto Cacá Bueno. Ao anunciar a equipe familiar formada com o irmão Popó e o pai, Galvão Bueno, para a Cascavel de Ouro, a ser disputada no dia 1º de novembro, agitou todo o País.

Virtual

Outra moda do momento são as corridas virtuais. É de categorias, de marcas e até alguns pilotos estão organizando cada uma a sua. Mas já começam a surgir problemas. As 500 Milhas de Indianápolis geraram muita confusão com os pilotos arriscando tudo e causando assustadores acidentes. Como é virtual, ficam só as imagens, mas já levantou a discussão se isso é importante ou não.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

dois × 4 =