Publicidade

INFORME DA REDAÇÃO

Cascavelense na coordenação

09 de fevereiro de 2024 às 08:10
Publicidade

Cascavelense na coordenação

O secretário de Desenvolvimento Sustentável do Paraná, o cascavelense Valdemar Bernardo Jorge, poderá ser o coordenador do plano de governo do ex-procurador da Lava-Jato e ex-deputado federal, Deltan Dallagnol na disputa pela Prefeitura de Curitiba nas eleições de 2024. Bernardo Jorge deixou a presidência do Republicanos no final de 2023 e têm se aproximado ainda mais de Dallagnol. Ele conversou com a reportagem do O Paraná, durante o Show Rural e disse ter um alinhamento com Deltan para um projeto de desenvolvimento pelo Paraná.

 

Embaixador em Cascavel

O embaixador boliviano Horácio Villegas Pardo, esteve ontem (8), em Cascavel, cumprindo agenda no Show Rural. Acompanhado do prefeito Leonaldo Paranhos e autoridades, Horácio foi recebido pelo presidente da Coopavel, Dilvo Grolli. Horácio, que veio pela primeira vez à região, afirmou ter ficado impressionado com a feira. “É fascinante ver o que vocês fizeram aqui. Temos muito a aprender com vocês nesse campo”.

 

Caso Guaranho

A Justiça Federal de Foz do Iguaçu homologou um acordo para o pagamento de R$ 1,7 milhão à companheira e aos quatro filhos do guarda municipal Marcelo Arruda, que foi morto pelo agente penitenciário federal Jorge Guranho, em Foz do Iguaçu durante uma briga por partidos políticos, em 2022. O valor do acordo diz respeito ao dano moral e às pensões devidas aos filhos, de forma proporcional à idade de cada um.

 

Concordância AGU

A conciliação foi alcançada após a Advocacia-Geral da União e a defesa da família concordarem com os termos mediados pela 2ª Vara Federal de Foz de Iguaçu. “A indenização paga pela União considerou, entre outros fatores, que o autor do crime se valeu da condição de agente público para acessar o local da festa e efetuar o disparo utilizando uma arma de propriedade da União”, informou a Advocacia-Geral da União, em nota.

 

Indicado TRE-PR

O presidente Lula (PT) assinou a indicação do advogado José Rodrigo Sade para o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. Com a indicação de Sade, o TRE-PR está pronto para julgar os processos contra o senador Sergio Moro (União Brasil). José Rodrigo Sade foi advogado do ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol.

 

Repasse FPM

O valor do primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios do mês de fevereiro aponta crescimento na comparação com o repasse equivalente de 2023. Retirando os efeitos da inflação entre os períodos, os repasses apresentaram expansão real de 1,35%. O montante total é de R$ 12.534.483.367,53. No acumulado de 2024, o FPM registra, até o momento, um crescimento real de 4,74%.

 

Operação Tempus Veritatis

A Operação Tempus Veritatis deflagrada pela Polícia Federal para investigar o ex-presidente Jair Bolsonaro e aliados por suposta tentativa de golpe de Estado, resultou na prisão do ex-assessor especial de Bolsonaro, Felipe Martins, o coronel da reserva Marcelo Câmara, o major Rafael Martins e o coronel Bernardo Corrêa Netto. Além disso, o presidente do PL, Valdemar Costa Neto foi detido por posse ilegal de arma de fogo.

 

Entrega passaporte

A justiça também determinou que o ex-presidente Jair Bolsonaro entregasse seu passaporte em 24 horas. O advogado de Bolsonaro, Paulo Bueno, confirmou que o documento já foi entregue. Ao todo foram expedidos 33 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão e 48 medidas cautelares.

 

Críticas

No Senado Federal, o senador Hamilton Mourão e outros aliados de Bolsonaro, criticaram a operação da Polícia Federal. Na avaliação do senador, a operação “está sendo misturada” com outras investigações, como a que apurava fraude no cartão de vacinação do ex-presidente, com o objetivo de suprimir a oposição política no país.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE