Treinando desde terça-feira no Kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), para disputar sábado a categoria Cadete no Open do Campeonato Brasileiro, o paranaense Caio Zorzetto, da equipe Disam Insumos Agrícolas/CHD’S do Brasil, faz as primeiras escolhas para a competição nacional, a ser disputada a partir do dia 6 do próximo mês, no kartódromo catarinense.

A primeira escolha de Caio foi o chassi. Ele optou pelo Mini para disputar o Brasileiro deste ano e durante o Open fará os acertos finais. “Fizemos algumas escolhas de acerto que vamos usar no Open. Vamos andar o máximo possível nos treinos para acertar o chassi e definir a forma de atuação em alguns pontos do circuito onde podemos ser mais rápidos. Até aqui as escolhas têm sido acertadas”, frisa Caio Zorzetto.

 

Crédito: Mario Ferreira

 

 

Mais vagas

 

A 56ª edição do Campeonato Brasileiro de Kart, que terá início dentro de 20 dias, no kartódromo Beto Carrero, em Penha (SC), já é uma das maiores da história da competição. Até o momento, já são 434 inscrições confirmadas nas 15 categorias em disputa. Para atender a demanda expressiva na Cadete, que já havia esgotado suas vagas há algumas semanas, a CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo), por meio da CNK (Comissão Nacional de Kart), e a preparadora de motores RBC fizeram um esforço conjunto para aumentar o número na categoria de 54 para 70 inscritos.

 

Motocross

 

Willian Guimarães fez a festa da Pro Tork Racing Team ao conquistar o título antecipado da categoria MX4 na quinta e penúltima etapa do Campeonato Paranaense de Motocross, realizada sábado e domingo em Rio Bonito do Iguaçu. O piloto de Londrina venceu a corrida de ponta a ponta, somando pontos suficientes para ser campeão. Willian também venceu a MX45, se aproximando de mais um caneco. “São mais de 20 títulos estaduais, estou muito feliz pelo desempenho e agora é seguir trabalhando por mais um”, afirma.

 

Eric Granado

 

O brasileiro Eric Granado anunciou ontem a assinatura de contrato com a equipe LCR E-Team para a temporada de 2022 do Mundial de MotoE. Piloto com mais vitórias, poles e voltas mais rápidas em 2021, Granado passa a trabalhar com o time dirigido pelo italiano Lucio Cecchinello, que também mantém uma operação na MotoGP, na qual é time oficial da Honda. A nova temporada da MotoE trará novidades. Os eventos apresentarão duas sessões de treinos livres e um classificatório para o grid na sexta-feira, com duas corridas: uma no sábado e outra no domingo. O formato E-Pole será substituído por sessões faseadas, com os pilotos disputando uma sessão geral e definindo o pole position no Q2, a fase final.