Autorizada pavimentação asfáltica na zona rural

Ato de assinatura reuniu o prefeito, representantes de entidades de classe e moradores das regiões contempladas

O Município de Cascavel possui uma malha viária de estradas rurais de 3.435,36 quilômetros e, para garantir a trafegabilidade e o escoamento da produção agropecuária o ano todo, precisa investir em obras de recuperação, adequação e de pavimentação. A partir do ano que vem, esse compromisso vira política pública prevista em lei, com percentual mínimo obrigatório do orçamento, conforme reafirmou o prefeito Leonaldo Paranhos ao cumprir mais um compromisso assumido com moradores do interior: a assinatura da ordem de serviço para o início da execução dos primeiros 25 quilômetros de pavimentação asfáltica de estradas rurais.

“A gente precisa se organizar, de forma que não mais possamos retroagir, pois ouço muito o agricultor fazer referência ao bom trabalho que se fez no início da década de 1990 e depois houve um espaço de tempo sem se fazer estrada. Agora é uma decisão de governo priorizar o campo, pois o Município tem de fazer a parte dele. Por isso, no fim de 2020 vamos apresentar uma proposta de lei para fixar um percentual mínimo anual de investimento do orçamento em estrada rural. Em Cascavel, estrada rural vai se tornar uma política pública de verdade”, declarou o prefeito durante o ato, realizado na manhã de ontem (14) no auditório da prefeitura, na presença de autoridades, representantes entidades de classe e de moradores das comunidades contempladas.

Parceria com Itaipu

A execução das obras de adequação e de pavimentação asfáltica integra o convênio entre o Município de Cascavel e a Itaipu Binacional de R$ 26.619.297,10 que está em andamento com diversos trechos de estradas em adequação e cascalhamento, adequação e calçamento poliédrico, adequação e pavimentação asfáltica e obras complementares da Rota de Cicloturismo no Município.

Somente nesse contrato, cujas vencedoras foram as empresas Pavimentação e Terraplenagens Schimitt Ltda e a Construrayzer Construtora e Obras Ltda, serão investidos R$ 9.770.801,21, sendo R$ 2.845.910,16 pela Itaipu Binacional. São 25 quilômetros no total, distribuídos em oitos trechos, nos Distritos de Juvinópolis, São João do Oeste, Rio do Salto e Espigão Azul.

As estradas beneficiadas foram definidas pelas próprias comunidades. São elas:

– 4.545m de adequação e asfalto na Estrada Caça e Pesca (Distrito de Espigão Azul);

– 3.965m de adequação e asfalto na Estrada Castelo Branco/Balanças Capital em Juvinópolis;

– 1.962m de adequação e asfalto na Estrada Rio das Flores, também em Juvinópolis;

– 5.545m de adequação e asfalto na Estrada Cavichioni e Rio do Oeste, no Distrito de Rio do Salto;

– 970m de adequação e asfalto na Estrada Nenevê, no Distrito de São João do Oeste;

– 721m de adequação e asfalto na Estrada Rio Bonito, também em São João do Oeste;

– 2.123m de adequação e asfalto na Estrada Barzoto, também Distrito de São João do Oeste.

– 5.417m de adequação e asfalto na Estrada Colônia Esperança x Sapucaia, em São João do Oeste.

Anel de Integração Rural

O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, entregou ontem ao diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, nova proposta de convênio que atenda à meta de implantar um Anel de Integração Rural em Cascavel, contemplando 146 quilômetros de estradas.



Fale com a Redação

treze − 4 =