Crédito: Gustavo Oliveira/CAP

Curitiba – Os últimos semifinalistas da Copa Sul-Americana serão definidos hoje e podem determinar o número recorde de brasileiros nesta fase da competição. Como o Bragantino já assegurou a classificação na última terça-feira ao eliminar o Rosário Central, caso Athletico e Santos avancem, o País teria três dos quatro postulantes ao título.

O Athletico decide a vaga em casa contra a LDU, às 19h15, precisando vencer para reverter o placar do jogo de ida (1×0 para os equatorianos) e superar a sequência de cinco jogos sem vitórias, seja na Copa do Brasil, no Brasileirão ou na Sul-Americana.

“É muito bonito estar em todas as competições, mas isso uma hora teria um preço. Uma coisa é você ter a semana cheia para trabalhar, outra é gerir de estar em várias competições, que, graças a Deus, tivemos o mérito de estar nelas”, disse o técnico António Oliveira, em entrevista coletiva, justificando a queda de rendimento com lesões e saídas de jogadores.

 

Santos

A decisão para o Santos será fora de casa, mas com vantagem de ter vencido a primeira partida por 2 a 1. Para o jogo no Defensores del Chaco, o técnico Fernando Diniz ainda tem o atacante Marinho como principal dúvida, já que o jogador ainda se recupera de lesão. Além dele, o zagueiro Kaiky, expulso no primeiro jogo, cumprirá suspensão automática.

 

 

 

 

FICHA TECNICA

Athletico x LDU – 19h15 – Baixada

Santos; Zé Ivaldo, Pedro Henrique, Nicolas e Marcinho; Richard, Christian, Abner e Nikão; Terans e Carlos Eduardo.

Gabbarini; Perlaza, Franklin Guerra, Luis Caicedo e Cruz; Ezequiel Piovi, Jordy Alcívar e Zunino; Nilson Ángulo, Jhojan Julio e Luis Amarilla.

 

FICHA TÉCNICA

Olímpia x Santos – 21h30 – Defensores del Chaco

Martín Silva; Camilo Mayada, Diego Viera, Alexander Barboza, Leonel Vangioni; Lorenzo Melgarejo, Héctor Villalba, Daniel Bocanegra, Ramón Martínez, Hugo Martínez e Sebastián Ferreira.

João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Wagner Leonardo, Felipe Jonatan; Camacho, Jean Mota; Lucas Braga, Carlos Sánchez, Gabriel Pirani e Marcos Guilherme.