Com nove casos positivos de covid-19 identificados envolvendo atletas, comissão técnica e membros da diretoria, o Futebol Clube Cascavel informa que teve seu pedido de adiamento da partida de volta válida pela fase semifinal do Campeonato Paranaense contra o Athletico Paranaense indeferido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná Tribunal Pleno (TJDPR).

Antes mesmo de solicitar junto ao TJD-PR o adiamento da partida marcada para esta quarta-feira (08), às 15h20 no Estádio Olímpico Arnaldo Busatto, na última sexta-feira (03), a diretoria da Serpente Aurinegra requisitou primeiramente o adiamento da partida junto a Federação Paranaense de Futebol (FPF), que foi negada.

Diante das duas negativas feitas pela FPF e pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná, o FC Cascavel entendendo que o “surto de Covid” trata-se de uma questão extraordinária, tendo apenas 11 atletas aptos para entrar em campo e entendendo estar sendo prejudicado, o que reflete diretamente no direito de competir de forma igualitária, enviou na tarde desta terça-feira (07), ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), a solicitação de concessão de medida liminar com o objetivo de adiar a 2ª partida da fase semifinal do Campeonato Paranaense, agendada para amanhã.

O clube aguarda agora a definição do pedido feito na última instância para tomar as próximas decisões em relação ao confronto contra o time da capital.