A tecnologia tem facilitado a vida dos cidadãos paranaenses de várias maneiras. Uma destas evoluções é a possibilidade de agendar serviços de forma online e segura junto ao Estado. Esse recurso, além de preservar a saúde da população em tempos de pandemia, evitando aglomerações, proporciona um atendimento mais ágil. Desde o início de 2021, a Celepar registrou cerca de 245 mil agendamentos de forma remota.

“A tecnologia é uma grande aliada para facilitar o acesso a serviços e, neste período que estamos vivendo, se tornou ainda mais importante. Com serviços de agendamento online, além de preservar a saúde, estamos otimizando algo imensurável no cotidiano: o tempo”, destacou o presidente da Celepar, Leandro Moura.

Ele acrescenta que os atendimentos são realizados de forma mais assertiva, evitando filas. “Isso só é possível devido a inúmeras parcerias estabelecidas com os órgãos do Governo do Estado que prestam estes serviços à sociedade”, explicou.

DOAÇÃO DE SANGUE – Com uma média de 8.400 atendimentos por mês, e mais de 58 mil agendamentos no primeiro semestre deste ano, marcar o horário de forma online para doação de sangue é rápido e prático.

Há duas opções: através do portal PIÁ, no qual é preciso digitar “doação de sangue” e clicar no serviço Agendar Doação de Sangue no Hemepar. O agendamento também é oferecido diretamente no site do Hemepar. Basta clicar AQUI.

“O sistema de agendamento veio para somar. Contribuiu significativamente na organização do nosso processo de trabalho para agilidade no atendimento ao doador. O horário de atendimento marcado, em tempos de pandemia, eliminou a aglomeração de pessoas e possibilitou um atendimento de maior qualidade aos doadores”, reforçou a chefe de Divisão de Hemoterapia da Hemepar, Renata Pavese.

2ª VIA FÁCIL – Para quem já teve seus dados digitalizados no Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) ou no Detran/PR, é possível fazer a 2ª via da Carteira de Identidade de forma online, com a opção de manter a foto da 1ª via ou de atualizá-la de forma remota pelo celular ou computador.

Basta acessar o sistema no site www.policiacivil.pr.gov.br > serviços da PCPR > Carteira de Identidade > agendamento > 2ª Via Fácil, ou diretamente AQUI. Quando o documento estiver pronto deve ser retirado de forma presencial.

EMPREGO – Fornecido em 115 Agências do Trabalhador, o Sistema de Agendamento (Procura de Emprego) totalizou 94,5 mil atendimentos de janeiro a julho deste ano – uma média de 13,2 mil por mês. Trabalhadores com mais de 16 anos podem acessar o sistema no site da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, escolher o município para atendimento, a data e o horário disponíveis. Depois, é só comparecer à unidade escolhida para consultar os postos de trabalho ofertados.

Para utilizar o Sistema de Agendamento do Trabalhador para Seguro-Desemprego o primeiro passo é baixar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, disponível para iOS e Android, fazer o cadastro e habilitar o Seguro Desemprego. Depois, basta entrar AQUI para marcar um horário na Agência do Trabalhador da sua cidade.

Com a documentação necessária (consulte aqui), comparecer na data e local agendados para confirmar o pedido de Seguro Desemprego. O prazo de solicitação é de 7 a 120 dias corridos, a contar do dia seguinte à data do afastamento (último dia efetivamente trabalhado). No caso da modalidade Empregado Doméstico, o prazo é de 7 a 90 dias corridos, a contar do dia seguinte à data do afastamento (último dia efetivamente trabalhado).

O serviço está habilitado em 226 Agências do Trabalhador. Este ano, foram realizados, em média, 13,1 mil agendamentos por mês, somando cerca de 91 mil solicitações, contabilizando o mês de julho.

PERÍCIA – Já os servidores do Estado podem solicitar o requerimento para afastamento por licença médica de forma não presencial neste LINK. A partir do preenchimento de algumas informações pessoais e profissionais, e de anexar o atestado médico (e eventuais exames comprobatórios, se houver), a solicitação é enviada para a chefia médica.

Depois, é só aguardar a resposta, que pode ser deferimento ou indeferimento, ou pedido de complementação da documentação apresentada. Por mês, são feitas cerca de 165 solicitações.

“O Estado tem usado da melhor maneira possível as ferramentas tecnológicas que temos à nossa disposição e o requerimento para licença médica é um exemplo. A pandemia fez com que realizar certas tarefas online se tornasse ainda mais necessário e, através da parceria com a Celepar, conseguimos criar um modo seguro e eficiente para que os servidores possam solicitar afastamento médico”, ressaltou o secretário da Administração e da Previdência, Marcel Micheletto.