Cascavel – O tradicional feriado de “Dia de Finados”, nessa terça-feira (2), marca um momento de homenagem, reflexão, saudade e de boas lembranças daquelas pessoas que fizeram parte de nossas vidas e que, infelizmente, já se foram. Em Cascavel, a Acesc (Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Cascavel), preparou os cinco “campos santos” no perímetro urbano – Cemitério Jardim da Saudade e Cemitério Cristo Redentor, localizados no Bairro Guarujá, Cemitério Parque São Luiz, no Bairro São Cristóvão, Cemitério Dom Mauro Aparecido dos Santos, no Bairro Ciro Nardi – para o dia de visitação, além de 24 cemitérios espalhados pelo interior.

A partir do mês de maio deste ano, o antigo Cemitério Central passou a ser denominado Cemitério Dom Mauro Aparecido dos Santos, em homenagem ao arcebispo de Cascavel que faleceu em março deste ano, vítima de complicações da Covid-19. Lá, uma missa prevista para começar às 19h marcará o encerramento da celebração do Dia de Finados.

Além dos cemitérios públicos, Cascavel também conta com o Cemitério Jardins, particular, localizado na Estrada Municipal, aos fundos do Loteamento Siena, na região do Bairro Santos Dumont.

 

120 mil

O superintendente da Acesc, José Roberto Guilherme, o “Beto Guilherme”, disse que a expectativa para este ano é de que cerca de 120 mil pessoas visitem os cemitérios neste feriado. Ele contou que desde o início da pandemia, infelizmente, houve aumento na demanda de atendimentos por parte da administração funerária. “Houve um aumento significativo no número de vítimas que passaram pela Acesc por conta da pandemia de Covid-19”, registrou.

Nesta terça-feira, os cemitérios estarão abertos das 7h às 18h, lembrando que é obrigatório o uso de máscara. Os locais estarão disponibilizando álcool em gel e a orientação é de que as pessoas evitem aglomerações.

Além dos cemitérios atuais, o IPC (Instituto de Planejamento de Cascavel) já estuda a possibilidade de implantar um cemitério municipal na Região Norte. A expectativa é de que o projeto saia do papel em 2022.

 

QUANTO CUSTA?

Embora não seja um tema agradável, o Dia de Finados também é oportunidade de buscar informações importantes. De fato, as pessoas nunca estão preparadas para a morte, especialmente de um familiar. Contudo, em um momento de luto e tristeza, é necessário tomar algumas decisões, como a compra de um terreno para o sepultamento do ente querido.

De acordo com a Acesc, um terreno com uma gaveta no Cemitério Cristo Redentor, por exemplo, custa R$ 2.718,00. Já com espaço para duas gavetas, o valor é de R$ 3.658,00. Com três gavetas o valor sobe para 4.598,00.

Nos valores apresentados já estão inclusos os custos dos terrenos, gavetas e taxa para expedição do título de “Permissão de Uso”. (Redação: Paulo Eduardo)