A dois dias do julgamento de Dilma, Temer recebe senadores

BRASÍLIA ? A dois dias do início do julgamento final do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, no Senado, o presidente interino Michel Temer recebe seis senadores no Palácio do Planalto nesta terça-feira. Nesta segunda, outros dois senadores foram ao Palácio do Planalto.

BRDE 3

Todos os oito senadores com reuniões agendadas com Temer nos últimos dois dias votaram sim ao afastamento da petista no último dia 10, quando o plenário da Casa aprovou, por 59 votos a 21, o parecer da comissão especial de impeachment no Senado e decidiu torná-la ré. São eles: Edison Lobão (PMDB-MA), João Alberto Sousa (PMDB-MA), Roberto Rocha (PSB-MA), Ciro Nogueira (PP-PI), Ataídes Oliveira (PSDB-TO) e Eduardo Amorim (PSC-CE). Na segunda-feira, Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) e Wilder Morais (PP-GO) se encontraram com o presidente.

Nessa votação, que teve 59 votos pró-impeachment, eram necessários 40 (metade mais um) para dar seguimento ao impeachment. No julgamento final, que começa nesta quinta-feira e deve durar cerca de seis dias, é preciso que 54 senadores (dois terços do plenário) votem pela destituição de Dilma Rousseff.

A agenda oficial do presidente interino Michel Temer previa somente uma audiência às 10h com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, e membros do Instituto Coalizão Saúde. Logo após a reunião, o encontro com senadores foi incluído e deve acontecer até o final da tarde.

brde2

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação