Cascavel – A Secretaria Municipal do Meio Ambiente passará a utilizar uma plataforma online para agendar visitas ao zoológico de Cascavel. A partir do dia 2 de novembro, o acesso ao parque só será possível após o cadastro, que irá gerar um ticket para o visitante. A entrada continuará sendo gratuita, apenas a forma de acesso mudará. A mudança segue recomendações da Azab (Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil) e do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade).

“Essas recomendações não são apenas para controlar o acesso, mas para garantir segurança tanto dos visitantes, quanto dos animais”, explica o veterinário Rodrigo Neca Ribeiro, gerente de Vida Silvestre e Bem-Estar Animal da Sema. Ribeiro explica que, além de evitar aglomerações, o agendamento irá evitar a presença de vândalos que, muitas vezes acessam ao parque se infiltrando em meio aos visitantes.

Na plataforma, o visitante terá que colocar o número exato de pessoas da família que irão ao zoo, para poder gerar um ticket para cada visitantes. A única exceção é bebês de colo. “A única diferença é que para visitar o zoológico as pessoas terão que perder um minutinho do seu tempo para fazer o agendamento”, observa.

Mesmo com o controle, o zoológico continuará com a capacidade de receber até duas mil pessoas diariamente, porém, de forma controlada e organizada.