Dias mais quentes pedem roupas curtas e, claro, piscina e praia. Ops! Mas o que fazer com aquela gordurinha que resiste? Dieta, claro! Muito cuidado, porque o tiro pode sair pela culatra.

Isso porque as dietas ditas "da moda" são um perigo para o controle do peso e, em muitos casos, podem resultar em complicações para a saúde, como fraqueza, perda de massa muscular, desidratação, cansaço, aumento de colesterol, doenças cardiovasculares, entre muitos outros problemas.

É que a maioria desses programas de emagrecimento usados sem acompanhamento profissional não tem fundamento científico algum.

Para piorar, aquele artista posta foto com o corpão esculpido e fala das dietas mirabolantes e milagrosas para perder peso – geralmente rápido, do tipo 5 quilos por semana. E é aí que mora o perigo. Porque cada programa de emagrecimento é específico para cada pessoa, podendo resultar em reações catastróficas para o fã sonhador.

Isso sem contar os riscos envolvidos. Para emagrecer, algumas celebridades chegam a ficar até um mês tomando só uma limonada à base de xarope de melado, limão e pimenta cayena. Fácil e barato de aderir. Mas as consequências podem custar muito caro.

E tem para todo tipo. Dieta da proteína, com gente comendo bacon frito e emagrecendo. A dieta da lua, a dieta do ovo, a dieta da água morna, dieta pra tudo quanto é tipo.

A questão é: elas funcionam, mas cada pessoa tem um biótipo próprio, ou seja, o que faz bem para você, não necessariamente vai fazer bem para mim. Sacou?

Por isso, na hora de fazer as pazes com a balança o mais recomendado é deixar de ser pão duro e procurar um profissional especializado no assunto. Pode começar com um nutricionista. Ele vai saber analisar sua rotina, suas características, suas necessidades e aí, sim, ajustar a dieta que vai de fato te ajudar.

E é capaz de você se surpreender. Em muitos casos, um ajuste fácil no cardápio ou nos seus horários já é suficiente para te devolver a paz na frente do espelho.

Efeito sanfona

Além dos danos à saúde, a “dieta da moda” pode (e geralmente o faz) causar o chamado efeito sanfona. E, no lugar dos quilinhos que você perdeu naquela semana de restrições e sacrifício, instalam-se muitos outros, muitas vezes até bem mais do que aqueles com os quais você já estava até acostumada.

Eu já sei, você já sabe, mas não custa repetir: o segredo para o emagrecimento e a manutenção do peso é a mudança dos hábitos alimentares. Dietas radicais, à base de um grupo apenas de alimentos, tendem a ter resultados passageiros, fazendo com que as pessoas não consigam atingir seus objetivos.