Umuarama faz 65 anos sem festa mas com motivos para comemorar

A Capital da Amizade segue firme, cresce, se desenvolve e a cada dia vai se tornando um lugar ainda melhor para se viver

No momento em que o país enfrenta talvez o seu pior desafio na área de saúde, encarando uma pandemia com reflexos pesados na economia e na vida das pessoas, Umuarama completa o 65º de fundação nesta sexta-feira, 26 de junho, com a esperança de que tudo vai ficar bem em breve. Não haverá programação festiva, pois as aglomerações estão proibidas por um bem maior, que é a saúde da população. Mas mesmo no isolamento dos seus lares os umuaramenses têm muitos motivos para sorrir, pois a Capital da Amizade segue firme, cresce, se desenvolve e a cada dia vai se tornando um lugar ainda melhor para se viver.

Governo do Paraná

Quando o vírus for vencido, o desenvolvimento retomará a velocidade que vinha experimentando nos últimos anos, quando Umuarama recebeu o maior volume de investimentos públicos de sua história em obras de infraestrutura, serviços e apoio ao setor produtivo, o que ficou evidente não apenas na sede, mas também nos seus distritos – Lovat, Serra dos Dourados, Santa Eliza, Roberto Silveira e Vila Nova União.

As perspectivas são muito boas em todos os setores, mas alguns se destacam – como a construção civil, que no relatório mensal de maio apontou a liberação de mais de 25 mil m² de construções no mês passado – o melhor desempenho mensal do ano e o maior volume de projetos para maio nos últimos seis anos.

A construção em alta movimenta vários segmentos da economia, como material de construção, acabamentos, decoração, móveis e eletrodomésticos, além de gerar empregos. Para o prefeito Celso Pozzobom, o emprego tem sido mantido apesar do momento difícil e as perspectivas são animadoras.

O comércio e o setor de serviços são os maiores geradores de emprego em Umuarama, com cerca de 20 mil postos de trabalho. Mas a indústria também tem um volume considerável – são mais de 5 mil empregados – que vai crescer ainda mais com o início das atividades do frigorífico de frangos da Plusval, nas antigas instalações da Averama.

“Em breve também teremos um grande shopping gerando centenas de empregos no comércio e atraindo consumidores de toda a região para movimentar ainda mais a nossa economia”, acrescentou.

Cidade não parou

“O planejamento que fizemos para a gestão acabou sendo afetado pela pandemia, mesmo assim conseguimos manter a maioria dos investimentos que estavam contratados para a cidade não parar. Este empenho tem feito a diferença na esperança da população, que assim como nossa equipe trabalha para superar essa dificuldade o quanto antes e seguir ainda mais forte”, reforçou Pozzobom, deixando uma mensagem de solidariedade à população. “Passei a maior parte da minha vida aqui na cidade, participando desses 65 anos de avanços e crescimento. Parabenizo a todos que participaram dessa história, como protagonistas ou expectadores, e que fizeram a Capital da Amizade ser o que é, hoje”, completou Celso Pozzobom.

Os números da Secretaria de Planejamento mostram confiança no crescimento da cidade e melhoria na renda da população – Foto: Tiago Boing/Assessoria-PMU

Bem de Saúde

A saúde teve atenção especial e ganhou um novo pronto atendimento 24h, unidades bem estruturadas e mais recursos humanos, que permitiram controlar a pandemia com o mínimo de casos positivos e perdas humanas em relação a outros municípios do mesmo porte. A assistência social tem conseguido socorrer famílias em situação de vulnerabilidade, que perderam emprego e renda com a crise. “A estratégia foi acertada, bem como a rapidez com que implementamos medidas de prevenção e combate à disseminação do coronavírus”, comentou.


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação