Uma luta nobre

Rosimeri dos Santos Pinheiro Ribeiro - Nascimento: 08/07/1966 - Falecimento: 23/09/2019

Rosimeri dos Santos Pinheiro Ribeiro atuou durante 20 anos como professora de língua portuguesa, principalmente com as turmas de educação infantil. “Ela tinha um carinho muito grande com vários pais e alunos, era muito dedicada e extremamente detalhista”, conta o marido, Serginho Ribeiro.

De acordo com ele, lecionar era um desejo antigo de Rosi: “Ela deixa um legado lindo como professora, como pessoa do bem e que ajudava sempre que podia”.

Mas é outra causa nobre que tornou Rosimeri conhecida em Cascavel e que provavelmente não deixará que ela seja esquecida tão cedo. É dela a ideia do Rocão, o maior evento em prol da causa animal de Cascavel e região, que uniu duas de suas paixões: a ajuda aos animais e o rock.

“Nós fomos a uma feira de adoção da ONG Sou Amigo e a Rosi chegou com a ideia de um evento chamado Rocão, uma feira de adoção com um show de rock”, conta o marido Serginho Ribeiro, cantor e um dos maiores entusiastas do Rocão.

Serginho conta que, de personalidade muito forte e batalhadora, sempre indo atrás do que queria fazer, Rosimeri fez valer sua ideia e, com uma parceria com a ONG, em setembro de 2012 foi lançada a primeira edição do evento, um sucesso que praticamente “obrigou” a realização anual do Rocão.

A defensora dos animais e professora é natural de Lapa, Região Metropolitana de Curitiba, e veio para Cascavel com os pais há mais de 30 anos.

Família

Rosimeri e Serginho Ribeiro tiveram três filhos: Lucas, David e Bruno. Mas, como todo apaixonado por animais, os bichinhos resgatados pelo casal também fazem parte da família. Eles resgataram dez animais e cuidam de todos em casa. “Ela era aquela pessoa de andar com potinho de ração e água dentro do carro para cuidar dos animais de rua”, conta Serginho.

A despedida

Há cerca de 60 dias Rosimeri Ribeiro descobriu e iniciou uma luta contra o câncer. Serginho Ribeiro conta que eles foram a vários hospitais até chegar ao diagnóstico. “Os médicos falavam que era uma broncopneumonia, mas ela fez uma tomografia e foi constatado um câncer de pulmão já com metástases, que se espalhou por outras partes do corpo”.

Rosimeri foi levada ao hospital na segunda-feira dia 23 de setembro porque estava com muita dificuldade para respirar sozinha. Ela foi atendida pelos médicos, mas não resistiu e sofreu falência múltipla dos órgãos.



Fale com a Redação

dois + 3 =