COTIDIANO

SUS mostra que cerca de 60% da população está acima do peso

27 de junho de 2015 às 12:02
Publicidade

Cascavel – O auditório da Prefeitura de Cascavel ficou quase lotado durante a 3ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, na sexta-feira (26). Este ano o tema foi “Comida de verdade no campo e na cidade”.

O objetivo foi ampliar a fortalecer os compromissos para a promoção da soberania alimentar garantindo a todos uma alimentação saudável e adequada. Entre os presentes estavam os 24 integrantes do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional.

Para a presidente da comissão Organizadora da Conferência, Vania Maria de Souza, para uma alimentação saudável precisa-se trabalhar em todos os aspectos.

“Temos que incentivar o produtor rural a evitar o uso de agrotóxico, assim como outros produtos químicos. Incentivar que as pessoas consumam menos gordura trans, comida industrializada, sal, refrigerantes, entre outros. Precisamos motivar a população para uma alimentação saudável”, afirma.

Entre os dados preocupantes debatidos no evento esteve o que se refere ao sobrepeso e à obesidade. Os cadastros do SUS (Sistema Único de Saúde) comprovam que há uma alimentação irregular dos cascavelenses. Segundo o Sisvan (Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional), atualmente 60% dos cadastrados no SUS em Cascavel estão acima do peso. Já entre os 309 mil habitantes, pouco mais da metade também está com sobrepeso ou obeso.

“Os pacientes que recebem o acompanhamento são cadastrados nas UBSs [Unidades Básicas de Saúde] do município. Infelizmente hoje o sedentarismo e a má alimentação são os principais fatores. Por isso, queremos orientar a todos sobre a maneira correta de se alimentar e evitar comidas industrializadas, apesar da comodidade”, explica a nutricionista, Márcia Guedes Pimenta.

(Com informações de Eliane Alexandrino)

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE