Na tarde de ontem (27), a Prefeitura de Foz do Iguaçu promoveu uma reunião com uma autarquia municipal de previdência (Fozprev), sindicatos e servidores para discutir o sistema previdenciário municipal. O encontro, que aconteceu de forma virtual e foi transmitido em tempo real pelas redes sociais da Prefeitura e da Câmara Municipal, contou com a participação do Prefeito Chico Brasileiro.

“Como é conhecimento público, o sistema previdenciário possui déficits que vem de algumas décadas. Precisamos tomar algumas medidas administrativas em conjunto para que os servidores e servidores não sejam penalizados no futuro. Por isso, promoveremos uma série de encontros com a categoria para que juntos, podemos escolher o melhor caminho a seguir para termos um sistema justo, equilibrado e responsável ”, enfatizou o prefeito Chico Brasileiro.

Durante o encontro, o diretor de Gestão Orçamentária da Secretaria da Fazenda, Darlei Finkler apresentadores dados técnicos sobre os fundos financeiros e previdenciário do Município, além de informações sobre o orçamento neste momento de pandemia, onde uma queda de receitas deve ultrapassar mais de R $ 60 milhões.

De 2017 a 2020, uma Prefeitura vem cumprindo integralmente com as obrigações pactuadas com o sistema previdenciário municipal e seguirá buscando alternativas para atender demandas históricas dos servidores.

“O ajuste no sistema de previdência de Foz do Iguaçu é uma necessidade e precisamos fazer um amplo debate sobre o assunto, por isso, estamos iniciando este diálogo com todos de forma transparente para que possamos chegar em breve a um consenso”, pontuou a diretora -Superintendente da FozPrev, Áurea Cecília da Fonseca.

Presenças
Também participaram do encontro o vice-prefeito Nilton Bobato, Secretária de Fazenda, Salete Horst; uma vereadora Anice Gazzaoui; o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Foz do Iguaçu (Sismufi), Aldevir Hanke; a presidente do Sindicato dos Professores e Profissionais da Educação da Rede Pública Municipal, Marli Maraschin, entre outros representantes da categoria e servidores.
FOTO: ASSESSORIA CMFI