Crédito: Lucas Hülse

A pesquisa e a inovação passam a transformar a realidade da cultura do trigo no Brasil. O 2º Show Rural Coopavel de Inverno, que será oficialmente aberto às 11h desta quarta-feira (1º) vai mostrar variedades com alto desempenho produtivo e mais resistentes aos rigores do clima. Algumas produzem até seis mil quilos por hectare, quase o dobro do que se consegue na Argentina (3,4 mil quilos/hectare), país considerado uma das referências mundiais na produção da cultura.

Com 20 variedades à mostra, o trigo será a grande sensação do evento que será realizado no parque da Coopavel, no Km-577 da BR-277, na saída para Curitiba. Observando medidas sanitárias, o evento espera receber em três dias – até o fim da tarde de sexta-feira – entre cinco mil e seis mil pessoas. Quinze empresas participam, entre elas a Embrapa e o IDR, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná. No total, são 38 variedades em exposição, entre elas de aveia, triticale, gramíneas e plantas de cobertura.

Autoridades

O ato inaugural do evento contará com a presença do secretário de Estado da Agricultura, Norberto Ortigara, do presidente da Ocepar, José Roberto Ricken, e do prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos. Na cerimônia ocorrerá o lançamento de duais iniciativas de estímulo ao plantio do trigo, o Programa Cereais de Inverno e Segunda Safra, parceria do Governo do Paraná, Faep, Ocepar, Sindiavipar e IDR, e Coopavel Mais Trigo, que será desenvolvido na área de abrangência da cooperativa, em 23 municípios do Oeste e Sudoeste do Estado.

Estações

Para evitar aglomerações, os visitantes serão divididos em grupos e percorrerão 15 estações. Ali, técnicos vão dar informações sobre variedades e tecnologias e esclarecer dúvidas. A previsão é que o roteiro seja cumprido em duas horas e meia. Haverá aferição da temperatura corporal no acesso ao parque e todos terão que usar máscara durante o percurso. Haverá disponibilização de álcool em gel em todas as estações.

Interessados em participar poderão, na quinta e sexta-feira, dirigir-se ao parque e então aguardar a vez na formação dos grupos de visitação. O acesso ao parque será pela entrada principal, em frente ao km-477 da BR-277, na saída para Curitiba. Os motoristas terão que seguir pela rodovia até o trevo da Ferroeste, retornar e então acessar a área. Todo percurso estará sinalizado.