Curitiba – O Paraná vai ampliar os serviços oferecidos por meio do Governo Digital. A plataforma, que integra diversos sistemas do Estado e oferece informações personalizadas ao usuário, já disponibiliza mais de 200 serviços online, que vão do pagamento do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor) à consulta a vagas de emprego.

Em breve, o sistema vai permitir, por exemplo, alertar os pais de filhos matriculados em escolas estaduais que estiverem próximo do limite de faltas, assim como informar o cidadão que registrou uma queixa no Procon sobre o andamento do seu processo. Tudo isso de forma proativa. Ou seja, sem que seja necessário fazer uma busca.

Todas as áreas do governo foram acionadas para avaliar e indicar novos processos que podem ser integrados à plataforma digital. “Temos o desafio de tornar o governo cada vez mais eficiente”, afirmou o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros, durante a reunião do secretariado realizada nessa terça-feira (21).

Segundo ele, o objetivo é fazer com que o governo participe efetivamente da vida das pessoas, oferecendo soluções que agilizem e desburocratizem procedimentos, melhorando a vida do cidadão.

Visita virtual

Nesse sentido, uma das ideias que já está sendo testada é a visita virtual a detentos, que utilizará a ferramenta digital para facilitar o acesso de familiares que não podem fazer visitas presenciais.

As internas do sistema carcerário feminino deverão ser as mais beneficiadas, já que 75% delas nunca recebem visitas. “As visitas virtuais vão se estender por todo o sistema presidiário. É uma opção boa para todos, já que reduz os riscos e diminui muito a burocracia do cadastramento do visitante”, afirmou Barros. “Esse é um ótimo exemplo do que o Governo Digital pode fazer.”

O secretário de Desenvolvimento Urbano informou, ainda, que as prefeituras paranaenses também poderão utilizar a plataforma para oferecer seus serviços. Para viabilizar isso, o governo estuda uma forma de financiar as adequações tecnológicas necessárias aos municípios.

Transparência

Durante a reunião, foram anunciadas outras iniciativas no campo da modernização e transparência do Estado. Entre elas está a instalação de câmeras nas obras de edificação, que vão permitir o monitoramento da execução 24 horas por dia.

A determinação, que vale apenas para edificações, fará parte dos editais de licitação e a empresa vencedora terá a responsabilidade pela instalação, manutenção e o bom funcionamento dos equipamentos.