A Secretaria de Estado da Saúde iniciou nesta terça-feira (17) um curso de formação inicial para Agente de Combate às Endemias (ACE), promovido pela Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP), na abrangência da 15ª Regional de Maringá.

A capacitação é dirigida para formação de trabalhadores que atuarão em atividades de vigilância em saúde, prevenção e controle de doenças e promoção da saúde em conformidade com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Este é um momento muito importante para a saúde pública, porque temos a necessidade de fortalecer o conhecimento desses servidores, que são profissionais de saúde e atuam no combate às endemias. O curso tem 400 horas, quem chegar ao final terá outra visão desta área”, afirmou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

Ao todo, representantes de 16 municípios participaram da abertura online do curso, transmitida pela ESPP. O diretor da unidade, Edevar Daniel, falou sobre a relevância destes profissionais. “É extremamente importante, visto que estes agentes têm um papel fundamental para combater as arboviroses em todo o Estado, além de ajudar a reforçar os cuidados que as pessoas devem ter para que essas doenças não atinjam a população”.

A chefe da Divisão de Doenças Transmitidas por Vetores da Secretaria, Emanuelle Gemin Pouzato, ministrou palestra com o tema “O papel do Agente de Combate às Endemias no SUS”.

Participaram do evento o diretor da 15ª Regional de Saúde de Maringá, Ederlei Alkamin, o vice-prefeito de Maringá, Edson Scabora; e o secretário municipal de Saúde de Maringá, Marcelo Aguilar Puzzi.