O Programa de Qualificação para os Consórcios Intermunicipais de Saúde (CIS) foi o tema da reunião realizada nesta terça-feira (27), em Curitiba. O encontro reuniu o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e da Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar).

De acordo com o secretário, o principal objetivo do é levar a saúde mais perto da população. “No Paraná, de maneira diferenciada, os consórcios existem desde a década de 90 e vêm sendo aprimorados. A relação entre os consórcios e o Governo do Estado é bastante direta, porque é muito forte a questão da regionalização, da interiorização dos serviços para atender os cidadãos”, disse o secretário.

Segundo ele, os ajustes e atualizações são necessários para melhorar os serviços e efetivar a regionalização na Saúde. “Por isso, fazemos todo o esforço para regionalizar e dar mais capilaridade para os serviços, apoiando os consórcios, os municípios, os secretários de saúde e a população assistida pelo SUS e cumprimos o nosso Plano de Governo”, explicou Beto Preto.

PROPOSTA – Uma das propostas para aprimorar a atuação dos consórcios é aumentar o valor do custeio. “Hoje investimos R$ 30 milhões para custeio dos CIS, queremos ampliar para R$ 60 milhões, ainda não fizemos porque tivemos a preocupação e o esforço voltados para a enfrentar a pandemia”, explicou o secretário.

AME – Uma das estratégias da Secretaria da Saúde para prestar atendimento multiprofissional especializado em todas as regiões do Estado é a implantação de unidades assistenciais   denominadas Ambulatório Médico de Especialidades (AME). Beto Preto explicou que o Governo trabalha na proposta de regionalização ampliando a saúde no Estado. “Em breve teremos novas estruturas de Ambulatórios Médico de Especialidades que são propostas do Governo Ratinho Junior”, disse ele.

No encontro foram levantadas questões como a dificuldade de contratação de médicos especializados em diversas áreas. Para a Secretaria da Saúde, a linha de cuidado da Pessoa Idosa é outra área prioritária tendo em vista o envelhecimento da população e a ampliação da expectativa de vida.

CIS – A organização das prefeituras em consórcios é uma estratégia para gerenciar e melhorar os serviços de saúde à população. Eles somam os recursos dos municípios integrantes ao montante estadual e federal, conseguindo assim ampliar os atendimentos especializados. Essa estratégia ocupa papel de destaque na Política de Saúde Pública do Paraná.

Os consórcios são ferramentas importantes para os municípios potencializando ações e serviços de saúde oferecidos para a população. No Paraná são 24 consórcios que gerenciam atendimentos especializados, além dos consórcios de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Paraná Saúde, que é especializado em aquisição de medicamentos.

Participaram representantes do Cosems, Cleide Messias, Adriane Carvalho, Juliana Campirelli, Giorgia Luchese e Marina Martins; representantes da Acispar, Luis Cardoso, Silvia Karla (Cismepar), Ivete Lorenzi (Conims), Letícia Cristina Bento (Cisvir),  Konstance Kremer (Comesp), Daniela Cavalcanti (Comesp). Também participaram profissionais da Secretaria Estadual da Saúde: Geraldo Biesek, Juliana Istchuk Bruning de Oliveira, Francielle Pires e Henrique Barbosa.