Foz do Iguaçu – A Prefeitura de Puerto Iguazú oficializou, na terça-feira (3), a adesão do Município ao “Protocolo de atuação sanitária para festas seguras e organizações de eventos culturais”, desenvolvido pelo governo de Misiones. O documento estabelece regras para a retomada de atividades com público em toda a província. A cidade fica na fronteira argentina com Foz do Iguaçu.

Um dos pontos centrais do modelo é a adoção de uma espécie de “passaporte sanitário”, sem o qual não será permitido o acesso a festas e a apresentações culturais ou esportivas. A norma prevê a apresentação de comprovante de vacinação (físico ou digital) contra a covid-19, com pelo menos uma dose, emitido pelas autoridades sanitárias.

Já em relação à quantidade de público, eventos em salões, hotéis e clubes terão limite de cem pessoas, ou, no caso de espaços menores, 90% da capacidade oficial e observação de regras como distanciamento entre as mesas e formação de “bolhas” para integrantes de um mesmo núcleo familiar.

Pistas de dança ainda seguem suspensas, devendo existir, também, um espaço mínimo de três metros entre o público e o palco nas apresentações musicais. O uso de dispositivos como gelo seco e afins está proibido, uma vez que pode comprometer a circulação de ar no ambiente.

A fronteira argentina com o Brasil e o Paraguai está fechada desde 20 de março do ano passado, em decorrência da pandemia do coronavírus, ainda sem previsão de ser reaberta.