Toledo – O projeto Pedrinho Furlan, que atende cerca de 120 crianças no contraturno escolar, passa a ser um programa municipal, o que garante a continuidade da sua execução, independente de mudança de administração municipal. O projeto homenageia o empresário, grande incentivador das modalidades de ginástica rítmica e artística, entre outros esportes.

Criado em 2015, na modalidade de ginástica rítmica, o projeto ganhou o nome de Pedrinho Furlan em 2017 e a adesão de mais duas modalidades: ginástica artística e tênis de mesa. Em 2018 ganhou a ginástica acrobática, que está formando a primeira equipe visando à participação em competições a partir do ano que vem, e o badminton.

Para participar, as crianças são selecionadas na escola e levadas aos centros de treinamento, onde praticam o esporte todos os dias da semana. O projeto envolve também as Secretarias de Educação e de Esportes, entre outros parceiros, além das Escolas Municipais Ivo Welter, São Francisco de Assis, Valdir Becker, Tancredo Neves, Carlos Friedrich e Valmir Grande. Na ginástica rítmica, o projeto está revelando os primeiros talentos, entre elas atletas que foram campeãs de conjunto no Brasileiro deste ano.

Representando a BRF (Brasil Foods), o gerente da Unidade de Toledo, Rafael Menude, destacou o trabalho de aproximação da empresa com a comunidade e manifestou seu orgulho de ver as crianças e adolescentes se desenvolvendo e levando, através do esporte, o Município de Toledo para o País e o mundo.

O vice-prefeito de Toledo, João Batista Tita Furlan, representando a administração municipal, destacou os benefícios do esporte para o desenvolvimento físico e humano, o raciocínio, o senso de responsabilidade, disciplina e trabalho em grupo. “O esporte transforma as pessoas. Na minha casa, o meu pai, Pedrinho, sempre me incentivou a fazer esportes. Aos dois anos, já fazia judô”, conta ele, que também incentiva a prática agora como representante do poder público.

O projeto de Ginástica Rítmica de Toledo, com 28 anos de atuação no Município, conta com as parceiras do Sesi e da Prefeitura de Toledo e com o copatrocínio de O Boticário e Itaipu Binacional, através de recursos obtidos pela da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte/Governo Federal.

Votação

A vereadora Janice Salvador disse que o Projeto de Lei 130 garante a continuidade da ação, independente de quem for prefeito. Ao lado da gerente do Sesi, Eliane Ritter, a vereadora destacou a importância do crescimento do projeto, ampliando o atendimento e o número de modalidades, por oportunizar novas opções de esportes às crianças no contraturno escolar. Ela também destacou os estudos que estão sendo feitos no Legislativo e no Executivo visando à utilização da área hoje pertencente ao Sesi pelo Município, o que ampliaria a oferta de espaços para atividades físicas no contraturno escolar.

Homenageado

Pedrinho Furlan agradeceu mais uma vez pela indicação do seu nome ao projeto e relembrou do início do seu envolvimento da modalidade, quando foi sondado pela professora Anita Klemann, coordenadora técnica do projeto de GR, para viabilizar um espaço próprio para a modalidade.

Ele conta que foi marcada uma apresentação da equipe, para a qual convidou cerca de 2 mil funcionários da Sadia. Como ninguém compareceu, ele e sua esposa, Moema, acompanharam a apresentação, que ele se encantou. A partir de então abraçou a modalidade, viabilizando patrocínios e outras ações que contribuíram para o fortalecimento e crescimento da modalidade em Toledo, hoje referência nacional e internacional.

Aos 85 anos de idade, ele disse que não tem o mesmo vigor físico para acompanhar as competições como fez nos primeiros tempos, sentado por horas na arquibancada de ginásios. Ele reforçou, no entanto, a importância e o envolvimento dos pais, sem o qual não seria possível estar hoje no patamar que está a ginástica rítmica. “Se chegamos onde estamos hoje é porque vocês estão aqui”, enfatizou, destacando ainda o apoio dos diversos parceiros.