O prefeito Chico Brasileiro e a secretária municipal da Educação, Maria Justina da Silva, visitaram nessa quarta-feira (29), as escolas municipais Cecília Meireles, Adele Zanotto e Acácio Pedroso, na região do Porto Meira. As três unidades de ensino receberam os maiores números de votos para receber melhorias durante o Orçamento Participativo da região Sul, realizado no dia 21 de setembro na Paróquia Espírito Santo.

O intuito da visita, acompanhada pela equipe técnica da Secretaria de Planejamento, foi conhecer as demandas e dar celeridade a elaboração de projetos, que incluem reformas e ampliações. “As escolas vão definir as prioridades, as necessidades mais urgentes para que as equipes de arquitetos e engenheiros da prefeitura possam elaborar os projetos”, explicou o prefeito.

Na Escola Cecília Meireles, onde estudam 310 alunos, as prioridades são a troca da cobertura, a substituição de janelas, a reforma da cozinha e da quadra. Também devem ser feitas melhorias de acessibilidade e nos banheiros. “Estou há 34 anos nesta escola, que é parte da minha vida, e é a primeira vez que uma gestão tem esse olhar especial, essa atenção com a gente”, comentou a diretora Marizete Schulz.

Na Escola Adele Zanotto, a segunda maior em número de alunos do município, o prefeito e a equipe técnica foram recebidos pela diretora Élida Hermínia Rockenbach. Ela falou sobre a necessidade de melhorias na parte elétrica e hidráulica do prédio, construído em 1997, e a ampliação da escola, com pelo menos mais seis salas de aula. A unidade de ensino atende 780 alunos. “Fazer uma reforma na escola é como reformar a nossa casa, a gente começa pelo que é prioridade, e hoje precisamos de mais salas de aula”, comentou a diretora. A ampliação será feita em uma unidade de saúde desativada, que fica nos fundos da escola, localizada na Rua Javier Koelbel.

O prefeito e a equipe também visitaram a Escola Municipal Acácio Pedroso, onde estudam 377 crianças. A unidade teve o projeto de reforma aprovado durante o Orçamento Participativo de 2019, mas a execução ainda não aconteceu porque parte do terreno pertence ao Estado e o município aguarda o processo de regularização para poder licitar a obra, orçada em R$ 1,3 milhão.

As melhorias incluem a troca de portas, janelas e pisos, reformas nos banheiros e na cozinha e a construção de um refeitório. No Orçamento Participativo deste ano, a comunidade escolar também votou pela reforma e cobertura da quadra de esportes. “Nossa escola tem 43 anos e nunca passou por uma grande reforma. Recebemos melhorias em 2018, mas aguardamos ansiosamente essa obra, e principalmente nosso refeitório, que é um sonho antigo” disse a diretora Noeli Martins.

Encontro com os estudantes

Nas três escolas, o prefeito Chico Brasileiro fez questão de conversar com os estudantes e os trabalhadores da educação. Ele verificou o cumprimento dos protocolos de segurança e prevenção à Covid-19, acompanhou o preparo da merenda escolar e observou a alegria das crianças em estar nas salas de aula. “A pandemia trouxe muita tristeza pra todos nós, e para essas crianças não foi diferente. Hoje é uma alegria ver esses estudantes felizes com o retorno das aulas. Esperamos que em breve eles possam recuperar todos os conteúdos”, comentou Brasileiro.

As aulas presenciais com 100% da capacidade das turmas foram retomadas integralmente na última segunda-feira (27). Mais de 27 mil alunos estão matriculados na rede municipal de ensino.

Presenças

Participaram das visitas as arquitetas da Secretaria de Planejamento, Thais Kelly Pessin e Angela Madeira Colacino, o engenheiro Luiz Fernando de Brito e o diretor de assistência ao educando da Secretaria da Educação, Arthur Thomaz Repelevicz.