Nesta terça-feira (13), a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Cascavel recebeu a visita dos diretores da Associação Guarapuavana Mundo Azul (AGMA). A entidade da Região Centro-Sul do Estado conheceu a nova Praça Espaço Inclusivo, projeto inovador e dedicado às pessoas com deficiência, além de pacientes com espectro autista, síndrome de down, entre outros.

Com mais de 95% das obras concluídas, o espaço já recebeu os brinquedos, bancos, jardinagem, estacionamento e pisos emborrachados.

A praça deve ser entregue à população no próximo mês.  O local é um espaço adaptado para atender às pessoas com autismo, com mobilidade reduzida, aos cadeirantes e demais pessoas com deficiência.

“Estou bastante impressionada com a praça, embora trabalhando com acessibilidade há muito tempo, o Espaço Inclusivo é uma surpresa sob aspecto da inclusão no espaço aberto”,  destacou Losanja Luciana Gonzales dos Santos, presidente da Associação Guarapuavana Mundo Azul (AGMA). A entidade também quer desenvolver espaços para ampliar as formas de atendimento às pessoas com espectro autista, em Guarapuava.

Fabiane Ceni, arquiteta do Instituto do Planejamento de Cascavel (IPC) destacou a coletividade promovida entre o Prefeitura e as entidades ligadas às pessoas com deficiência no desenvolvimento da praça. “Entidades como APAE, AMAC (Associação de Mães Autistas de Cascavel), Associação Olhar Down, ACAS (Associação Cascavelense de Amigos de Surdos) e o Paradesporto de Cascavel, participaram do desenvolvimento do projeto, e para nós arquitetos é de fato uma satisfação trabalhar com causas nobre, a exemplo desse espaço”, enfatizou Fabiane.

“A visita da AGMA deixa-nos muito feliz, considerando que esse Espaço Inclusivo foi construído a várias mãos e que já começam a despertar a inspirações de outros municípios para levar mais inclusão à sua população”, salientou Ailton Lima, diretor do Departamento de Conservação Ambiental e Bem Estar Animal.