Dois novos acordos foram assinados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) com instituições de educação superior portuguesas. Os instrumentos formalizam o uso dos resultados do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) na seleção de brasileiros interessados em cursar a graduação em Portugal. Com os novos acordos, 31 instituições portuguesas selecionam brasileiros com essa condição.

Levantamento recente realizado pelo Inep, autarquia vinculada ao MEC, revelou que mais de 1,2 mil brasileiros já ingressaram em instituições portuguesas com os resultados obtidos no Enem. O mapeamento inédito considerou 23 das 29 instituições de Portugal que mantinham o acordo em abril de 2018, data de finalização do estudo. Seis instituições ainda não consolidaram os dados de seleção com nota do Enem, sugerindo que o número é superior a 1,2 mil.

A assessoria internacional do Inep, responsável pelos acordos e pelo levantamento, fará uma consolidação anual dos dados, sempre no segundo semestre, para acompanhar a evolução do número de estudantes que ingressaram em instituições portuguesas avaliados a partir de notas do Enem. Esse mapeamento é uma das iniciativas da atual gestão do Inep, que, em 2017, participou de uma missão ao país europeu para visita a algumas instituições conveniadas e reuniões com órgãos responsáveis.