Por reajuste salarial, servidores públicos marcam greve para março

De modo geral, os servidores pedem aumento de 33% nos salários, dos quais a maioria para repor a inflação acumulada dos últimos anos sem reajuste.

Brasília – Servidores públicos marcaram para 18 de março uma greve geral como mobilização para a campanha salarial. O tema foi discutido em reunião do Fonasefe (Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais), na última terça-feira (7).

Na ata da reunião, os sindicalistas incluíram na agenda de mobilização o início de debate sobre uma “radicalização” para se contrapor ao que classificam de “ataques dos governos ao funcionalismo público”.

O fórum reúne sindicatos das carreiras de elite, que incluem auditores da Receita e servidores do Banco Central, como o chamado “carreirão”, de carreiras de nível técnico.

De modo geral, os servidores pedem aumento de 33% nos salários, dos quais a maioria para repor a inflação acumulada dos últimos anos sem reajuste.



Fale com a Redação

quatro × 2 =