São Paulo – O Paulistão continua com seu retorno indefinido. Ministério Público e governo do Estado ainda não deram sinais sobre as propostas apresentadas pela Federação Paulista de Futebol e mantêm o mistério sobre quando a bola poderá voltar a rolar em São Paulo.

Nem times nem entidade têm uma previsão sobre quando as decisões serão divulgadas pelas autoridades e estão no escuro sobre o futuro próximo. A expectativa era que as propostas de apertar os protocolos, incluir até mesmo uma bolha e colocar apenas jogos noturnos para evitar aglomerações de torcedores fossem o suficiente. Mas, até agora, não foram. A expectativa é de que os times enfrentarão uma maratona de até quatro jogos por semana assim que a liberação for dada pelas autoridades.