Os ativos financeiros do Fundo de Previdência, administrado pela Paranaprevidência, fecharam 2021 com R$ 7,2 bilhões em caixa, com mais de R$ 700 milhões de capitalização. Estes números, mesmo em um momento de incertezas econômicas, indicam os efeitos positivos tanto da Reforma da Previdência no Paraná quanto do novo Plano de Custeio da instituição.

De acordo com o diretor-presidente da Paranaprevidência, Felipe Vidigal, entre 2016 e 2019 o Fundo de Previdência obteve uma rentabilidade média por ano de R$ 700 milhões, mas descapitalizou R$ 500 milhões por ano no mesmo período.

“A partir de 2020, mesmo com os efeitos da pandemia no mercado financeiro mundial, mantivemos o nível de rentabilidade, atingindo R$ 1,1 bilhão, propiciando uma capitalização acentuada e consequentemente, o acréscimo nos ativos”, afirmou.

Vidigal ressalta que esses resultados, além de trazerem segurança ao Estado, geram mais confiabilidade ao servidor, pois garantem que ele, ativo ou assistido, receberá seus benefícios em dia.

“Todo este trabalho visa reduzir cada vez mais os riscos para o Estado e o servidor. O Paraná, estando seguro de poder honrar com o pagamento dos benefícios que são de responsabilidade do Fundo de Previdência, tem maior liberdade financeira para fazer investimentos, que resultam em melhorias para todos os cidadãos”, acrescentou. “E o servidor, sabendo que temos os recursos necessários para cumprir com o pagamento de aposentadorias e pensões, fica mais tranquilo quanto ao seu próprio futuro”.

Por outro lado, a insuficiência financeira anual dos Fundos Financeiro e Militar, que atingiria cerca de R$ 9,5 bilhões em 10 anos, em 2020/21 estabilizou em R$ 5,6 bilhões. “Essa estabilização reforça ainda mais o sentido de profissionalização da gestão institucional”, disse Vidigal.

 

CERTIFICADO DE REGULARIDADE PREVIDENCIÁRIA – Os resultados apresentados pela Paranaprevidência em 2021 foram um dos critérios relevantes para que o Certificado de Regularidade Previdenciária (CRP) Administrativo do Estado do Paraná, concedido pela Secretaria de Previdência do Ministério do Trabalho e Previdência fosse renovado automaticamente por mais seis meses.

Por 16 anos o Estado operou com o CRP Judicial, obtido por via liminar, para ter acesso a recursos financeiros. A conquista do CRP Administrativo veio em julho do ano passado. O documento é exigido para qualquer operação ou transferência voluntária do governo federal com o Estado.

 

FUNDOS – Atualmente o Estado do Paraná possui mais de 104 mil servidores aposentados e pouco mais de 28 mil pensionistas. A previdência estadual é composta por três fundos. O Fundo de Previdência capitalizado é responsável por 30% dos pagamentos de aposentadorias e pensões.

Já o Fundo Financeiro é de repartição simples e vinculado ao Tesouro Estadual. O Fundo Militar, também de repartição simples, é vinculado ao Sistema de Proteção Social dos Militares.