Borrachinha

Paulo “Borrachinha” vai mesmo enfrentar um top 3 dos médios (84 kg) em sua próxima luta. Apesar de não ser o adversário que ele desejava. Depois de afirmar que estava próximo de fechar um combate contra Chris Weidman para o UFC 230, em 3 de novembro, em Nova York, e de ver o UFC negociar a revanche entre Weidman e Luke Rockhold, o brasileiro ganhou outro adversário de peso para o evento: Yoel Romero. O anúncio foi feito pelo Ultimate em suas redes sociais.

Jacaré

Borrachinha, número 8 da categoria, está invicto em 12 lutas na carreira. Aos 27 anos, o mineiro venceu por nocaute, no último dia 7 de julho, Uriah Hall, naquele que foi seu quarto triunfo dentro do UFC. Ainda há outro brasileiro confirmado no UFC 230, que será no Madison Square Garden, a mais icônica arena de lutas do mundo. É Ronaldo Jacaré, que vai enfrentar David Branch em combate também válido pelo peso-médio.

Jean Chera

Ex-promessa da base do Santos, o meia-atacante Jean Chera disse nas redes sociais que sofreu assédio sexual nas categorias de base do time da Vila Belmiro. A revelação foi feita no Instagram. A acusação de Chera foi feita depois de ser criticado por um internauta, mas não deu detalhes da suposta tentativa de assédio. O atacante jogou na base do Santos de 2005 a 2011.

Viveu tudo

“Já vivi tudo que tinha que viver [no futebol] … até tentativa de assédio sexual já sofri na base do Santos…”, escreveu Chera. Questionado por outro internauta se ele tinha provas para fazer tal acusação de assédio, Chera escreveu: “A primeira prova é minha consciência. E a segunda: o treinador foi mandado embora na época e apareceram outros casos [de assédio na base do Santos]. Porém, naquela época pouco se falava sobre esse tema”. Atualmente com 23 anos e sem clube, Jean Chera surgiu para o mundo do futebol em 2005 ao deixar Campo Mourão e se transferir para o Santos com 10 anos de idade.

Série B

As vitórias de Londrina e Coritiba na 17ª rodada da Série B, terça-feira à noite, fizeram o Tubarão respirar na luta contra a zona de rebaixamento e o Coxa se manter firma na busca pelo G4. O Londrina, que sábado visitará o CRB (16º com 19 pontos), tem agora 20 pontos, dois a mais que o Brasil de Pelotas, que abre o Z4. Já o Coritiba, que sábado receberá a Ponte Preta (8º, com 24), tem agora 27 pontos, mesmo número do 4º colocado Avaí.