Odontologia discute exame de proficiência

Coordenadora do curso em Umuarama integra comissão que discutirá o modelo do Exame de Ordem

Realizado em Curitiba, o 1º Encontro de Coordenadores de Cursos de Odontologia do Paraná teve como pauta única a discussão para a criação do exame de proficiência (Exame de Ordem). O evento contou com a participação de 24 coordenadores, sendo cinco de instituições públicas e 19 de privadas. A Unipar foi representada pelos coordenadores Cintia Araújo (Umuarama) e Laerte Luiz Bremm (Cascavel).

Depois de um longo dia de discussões, foi aprovada por unanimidade a criação do exame, que deverá ser realizado pelos ex-alunos. A aprovação no exame será um requisito obrigatório para o exercício legal da profissão de cirurgião-dentista.

Ao término, ficou definido que o Estado irá implantar o exame em caráter facultativo para ser aplicado já no próximo ano. Para tanto, foi nomeada pelo CRO/PR (Conselho Regional de Odontologia do Estado do Paraná) uma comissão de trabalho, composta por representantes da Abeno (Associação Brasileira de Ensino Odontológico), do CRO, dos coordenadores de instituições públicas e coordenadores de instituições privadas, sendo a coordenadora do curso da Unipar de Umuarama, professora Cintia Araújo, a escolhida.

Essa comissão ficará responsável por propor o modelo de exame a ser implantado: “Inicialmente eu era contra o exame. Entretanto, com a banalização na abertura de novos cursos de Odontologia, a falta de critérios na avaliação e na regulação dos cursos e a revalidação de diplomas, julgo que seja uma estratégia necessária no momento para que se tente manter a seriedade que se deve ter com a formação dos profissionais de Odontologia e o compromisso com a sociedade quando o assunto é saúde bucal”, opina a coordenadora.

 



Fale com a Redação

três + 15 =