Além da redução de óbitos com a vacinação contra o coronavírus, a ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital Municipal Padre Germano Lauck em Foz do Iguaçu baixou para 80% após cinco meses. Os números são destacados pelo prefeito Chico Brasileiro que alerta: “não podemos relaxar nos cuidados”.

A ocupação das UTIs se manteve com praticamente 100% de ocupação desde fevereiro no hospital municipal, de atendimento integral pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O Hospital Ministro Costa Cavalcanti, que absorveu parte da demanda no pico da segunda onda da pandemia, também permaneceu com as camas especiais perto do limite neste período.

O Painel Coronavírus da Secretaria de Saúde apontou que dos 70 leitos de UTI-covid no hospital municipal, 55 estavam em utilização neste domingo (11), índice que representa 79% do total. No Costa Cavalcanti, das 55 camas especiais, 22 estavam em utilização (40% do total). Na somatória das 125 UTIs disponíveis na rede, 77 estavam em utilização (62% do total).

Dos 89 leitos de enfermaria disponíveis na rede de Foz do Iguaçu, 41 estavam em utilização ontem (46% do total). Ao todo, 118 pacientes com covid-19 estavam internados nas duas unidades de saúde. Destes, 94 são moradores de Foz do Iguaçu e 24 são residentes em Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Matelândia, Itaipulândia e outras cidades.

Manter atenção

O prefeito Chico Brasileiro disse no sábado (10), no programa de rádio Foz em Ação, que neste momento em que a cidade es tá buscando uma retomada econômica é importante manter os cuidados com relação à doença. “O município tem um certo controle (da doença), mas nunca podemos afirmar que ela está controlada, por que já tivemos neste um ano e quatro meses, muitas surpresas. Quando a gente pensava que estava tudo controlado, de repente houve uma outra variante. É sempre bom manter um pé atrás, manter os cuidados”.

“Mas estou muito confiante, porque a gente tem um avanço de vacinação extraordinário, que a gente está vendo o efeito da vacinação já, fazendo com que os internamentos possam cair”, ressaltou o prefeito. “Ontem (sexta-feira, 9), pela primeira vez nestes últimos quatro, cinco meses, tivemos uma taxa de ocupação de leitos no hospital municipal abaixo de 90%”.

Retomada

Na avaliação de Chico Brasileiro, isto é extremamente animador. “Significa que estamos avançando semana a semana para uma melhoria em relação a esta pandemia. E, claro, se preparar na parte econômica”, frisou, sobre a edição do decreto na sexta-feira, com a programação de retomada dos eventos na cidade.

Foz do Iguaçu recebeu, até sábado (10), 163.991 vacinas contra a covid-19. Deste total, 155.721 já foram aplicadas, segundo balanço da Secretaria de Saúde. De acordo com o acompanhamento, 117.788 foram da primeira dose e 31.832 da segunda dose. Os imunizantes recebidos foram AstraZeneca, Pfizer/Biontech, CoronaVac e Janssen. Lembrando que esta última é aplicada em apenas uma dose.