Dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento da covid-19 foram abertos no hospital Madre de Dio, em São Miguel do Iguaçu, na região Oeste do Estado, nesta quinta-feira (17). A ativação é um esforço conjunto da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná), em parceria com a Itaipu Binacional, além do apoio da prefeitura de Foz do Iguaçu.

Com essa ampliação, a 9ª Regional de Saúde, de Foz do Iguaçu, passa a ter agora 95 leitos de UTI exclusivos para pacientes com coronavírus.

O secretário de Saúde, Beto Preto, que visitou as instalações da unidade na tarde de ontem (16) e destacou importância do reforço oferecido para garantir um tratamento efetivo e de qualidade aos moradores da região.

“Esses esforços conjuntos mostram a preocupação tanto do governo quanto das prefeituras e entidades como a Itaipu no enfretamento à covid-19. Essa união em olhar para contexto geral e tomar medidas assertivas como esta, é o caminho para vencermos essa batalha”, disse.

Beto Preto enfatizou ainda que a ampliação da capacidade do sistema de saúde é apenas uma das estratégias para enfrentar o coronavírus, representando um grande esforço na estratégia da pandemia.

“Com diversas ampliações realizadas pelo governo desde o início da pandemia, já ultrapassamos a marca de dois mil leitos de UTI exclusivos à Covid-19 em todo o Paraná. Mas, insisto: não é apenas a abertura de leitos que vai nos ajudar. Peço que além das medidas de isolamento e higienização a população fique atenta ao chamamento dos municípios para tomar as duas doses da vacina, pois somente aliando os devidos cuidados com a vacina, vamos conseguir frear a contaminação pela Covid-19”, explicou Beto Preto.

LEITOS – Segundo os dados da Regulação Estadual, até esta quinta-feira (17), o Paraná possui 4.935 leitos, sendo 2.022 UTI’s e 2.913 enfermarias. A taxa de ocupação de leitos é de 94% e 81% respectivamente.
São 771 pacientes que aguardam na fila de espera por um leito, destes, 445 esperam por um leito de UTI e 326 por uma enfermaria. Todos estes pacientes estão recebendo atendimento em Unidades de Pronto Atendimento ou hospitais de pequeno porte.