Novakoski deixará Guarda, mas promete voltar em cargo superior

Novakoski negou que sua saída esteja relacionada a acusações envolvendo a exoneração da guarda da Patrulha Maria da Penha

Cascavel – O diretor da Guarda Municipal de Cascavel, coronel Avelino Novakoski, confirmou nessa sexta-feira (5) que oficializa na semana que vem o pedido de exoneração do cargo ao prefeito Leonaldo Paranhos (PSC). Ele contou que teve duas reuniões durante a semana com o chefe do Executivo municipal para tratar do assunto.

Novakoski negou que sua saída esteja relacionada a acusações envolvendo a exoneração da guarda da Patrulha Maria da Penha que denunciou outro servidor de assediar vítimas de agressões domésticas. “Conversei com Paranhos e pedirei minha exoneração. Tudo está sendo devidamente ajustado. A situação nada tem a ver com a servidora que me acusou – pois ela também faltou com a verdade”, diz o diretor da GM. A servidora acusou Novakoski de acobertar o caso.

Embora se afaste do cargo da Guarda, agora, Novakoski adianta que assumirá em breve novo cargo – ainda a ser definido. “Tem possibilidade de eu assumir outras atribuições, tenho outros setores para contribuir”, disse.

Questionado sobre a possibilidade de ser nomeado secretário de Política Sobre Drogas e Proteção à Comunidade, Novakoski disse apenas que a atribuição cogitada englobaria a Guarda Municipal e a Guarda Patrimonial, e adiantou que tal função seria de maior responsabilidade que a atual, de direção.



Fale com a Redação

1 × três =