A emissão de NPF (Nota Fiscal de Produtor) será obrigatoriamente eletrônica (NPF-e) em todas as transações dos produtores rurais paranaenses a partir de janeiro de 2019. O Sindicato Rural de Cascavel está à disposição dos agricultores para ajudar nesse processo de transição. “A principal dificuldade será a falta de sinal de internet, mas há meios de reverter e outras alternativas para que o produtor não seja punido em eventuais fiscalizações”, comentou o gerente da entidade, Ivanor Melek. A nota eletrônica tem o mesmo valor da nota impressa. Entre os benefícios de sua utilização estão aspectos como a eliminação da prestação de contas na prefeitura, redução de erros na escrituração e a facilidade de emitir o documento de qualquer lugar que possua um computador com acesso à internet. Além disso, o método reduz o consumo de papel, incentiva o uso de novas tecnologias e diminui os gastos públicos. Os produtores rurais devem fazer o cadastro de usuário no portal Receita Estadual do Paraná (www.fazenda.pr.gov.br).