Mil Milhas atrai campeões

Pilotado por Kern e Souza, o protótipo Tubarão equipado com motor Ford Duratec Turbo fará sua primeira corrida depois de conquistar o título do Endurance Brasil na categoria P2 em 2019.

Com um carro rápido, resistente e comprovadamente competitivo, o trio formado por Mauro Kern, Paulo Sousa e Tiel Andrade deve ser observado com atenção nas Mil Milhas do Brasil, prova que ocorrerá no dia 15 de fevereiro em Interlagos.

BRDE 3

Pilotado por Kern e Souza, o protótipo Tubarão equipado com motor Ford Duratec Turbo fará sua primeira corrida depois de conquistar o título do Endurance Brasil na categoria P2 em 2019.

Kern, Souza e Andrade formam um trio com longa experiência em provas de endurance. Juntos, os dois primeiros conquistaram três títulos do Endurance Brasil na categoria P2 (2016 e 2018, com um Tubarão com motor atmosférico, e 2019, com o mesmo carro que entrará na pista na Mil Milhas).

Além dos títulos, Kern e Sousa venceram juntos a 500 Milhas de Londrina (2016) e as 12 Horas de Tarumã (2017). Tiel Andrade também tem um currículo vitorioso em provas de longa duração, igualmente pilotando carros Tubarão. “Do ano passado para cá, mudamos algumas coisas no chassi e na eletrônica do carro. Nas Mil Milhas, vamos abrir mão de um pouco da potência para ajudar a poupar o motor. Vamos mudar a pressão do turbo e andar com uns 400 cv de potência em vez dos 430 cv que ele pode desenvolver”, conta. “As Mil Milhas são uma prova mais longa, o que torna ainda mais importantes a estratégia e a resistência do automóvel.”

A largada noturna, uma das atrações da prova, é bem vista por Kern. “Eu, particularmente, acho muito melhor largar do que terminar à noite. É um período que exige concentração maior para pilotar. Quando chega o dia, você está mais cansado, mas tem uma visibilidade melhor”, finaliza.

Ano diferente

Este ano começou de forma diferente. Poucos pilotos já anunciaram qual campeonato irão disputar ou qual equipe irão defender.

Afonso Rangel

A missa de 7º Dia de Falecimento do ex-piloto Afonso Rangel será amanhã, às 11h, na capela do Colégio Everest, em Curitiba.

Honda

Quem planta colhe. Quando estava na McLaren, Fernando Alonso jogou na Honda o motivo do rendimento pífio. Agora, a montadora dá o troco e vetou o piloto espanhol na McLaren nas 500 Milhas de Indianápolis. O veto é estendido a todas as equipes que tenham motor Honda.

 

ALEP Outubro e Novembro

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação