Marun, de volta

Se Bolsonaro não implicar, ele volta ao cargo com salário de quase R$ 30 mil para algumas reuniões mensais

O TRF4 deixou o ex-ministro Carlos Marun voltar ao cargo de conselheiro da Itaipu. Ele foi nomeado para a função no apagar das luzes do ex-presidente Michel Temer, em dezembro, ato que foi criticado pelo presidente Jair Bolsonaro e contestado por duas ações populares que, aceitas por liminares da Justiça Federal, mantiveram-no afastado do posto desde março. Se Bolsonaro não implicar, ele volta ao cargo com salário de quase R$ 30 mil para algumas reuniões mensais.



Fale com a Redação

dezenove − 13 =