COTIDIANO

Mário Seibert é condenado por improbidade administrativa

17 de junho de 2015 às 11:35
Publicidade

Cascavel – Mário Seibert, que segue recebendo normalmente seu salário de vereador mesmo afastado da Câmara, foi condenado por improbidade administrativa em ação que transitou na Vara da Fazenda Pública de Cascavel. Dessa forma, ele terá que pagar multa cujo valor deverá ser revelado nesta quarta-feira (17).

O processo se refere ao empréstimo de aproximadamente R$ 60 mil contraído junto ao falecido ex-secretário Cléverson Thomé e que, conforme o processo, estava sendo pago mediante a devolução do salário da esposa do vereador, Marilei Isabel Garcia Seibert, que foi nomeada com esse fim em cargo de comissão na administração do então prefeito Lísias Tomé, que foi absolvido no processo.

Ação antiga

A ação por improbidade administrativa contra Seibert e os demais réus foi aberta em novembro de 2008, um ano depois da morte do secretário Cléverson Thomé num acidente de moto na Avenida Brasil, a partir de uma denúncia do Ministério Público. Vale lembrar que mesmo afastado do mandato na Câmara, o vereador segue recebendo normalmente o subsídio de R$ 9,6 mil mensais por determinação da Justiça.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE