Brasília – A pandemia de covid-19 afetou o sistema financeiro e provocou queda de 26% no lucro dos bancos em 2020, com relação ao ano anterior, segundo relatório publicado pelo BC (Banco Central) nessa terça-feira (27).

Os bancos embolsaram R$ 88,6 bilhões em 2020, contra R$ 119,7 bilhões em 2019, diferença de R$ 31,1 bilhões.

De acordo com o documento, contudo, o impacto na rentabilidade das instituições financeiras não gerou riscos relevantes para a estabilidade do segmento.

“A crise sanitária afetou a rentabilidade dos bancos em 2020, porém, sem acarretar riscos relevantes para a estabilidade financeira. A pandemia interrompeu a recuperação da rentabilidade que vinha ocorrendo desde 2015-2016”, diz o estudo.

Segundo o BC, embora ainda haja incertezas sobre a evolução da pandemia, a tendência é de que o lucro dos bancos cresça em 2021.

De acordo com o texto, o principal motivo para o recuo do lucro dos bancos foi a maior necessidade de provisionamento para cobrir eventuais perdas. As despesas com provisões somaram R$ 111,2 bilhões em 2020, alta de 30% em relação ao ano anterior.