galeria café2.jpgRIO – Uma semana após a modelo Luiza Brunet revelar para o colunista Ancelmo Gois, de O GLOBO, ter sido agredida pelo ex-namorado, o empresário Lírio Parisotto, a jovem Laura Rodrigues Velho postou em uma rede social um relato de agressão que teria sido cometida pelo cantor Ricky Vallen. Segundo ela, na última quarta-feira, o cantor teria dado tapas em seu rosto após uma abordagem amistosa na casa de festas Galeria Café, em Ipanema.

” O abordei como admiradora de uma das suas músicas, e ele, muito grosso, me ignorou e me agrediu com palavras, depois lançou um copo de bebida. Eu fui pedir satisfações, ele me deu um tapa no rosto que me derrubou no chão. Ao me levantar para me defender, fui atingida por este senhor mais uma vez com outro tapa. Os seguranças do local seguraram o agressor até a polícia nos buscar no local para prestar queixa. Estou profundamente machucada. Na alma”, descreveu Laura.

A jovem trabalha na produtora de vídeo TvZERO, que postou em sua página na mesma rede social uma nota re apoio à funcionária e de repúdio ao cantor:

“Queríamos deixar claro que estamos ao lado da Laura para o que ela precisar. Como ela mesmo disse, a dor não é apenas física, mas é em sua alma. Laura, a você, todo nosso apoio. Ao agressor, nosso desprezo e nosso desejo de que ele seja punido o mais rápido possível.”.

Também através de uma rede social, Ricky Vallen negou a agressão e se defendeu das acusações:

“Na última quarta feira fui acusado de agressão. Contudo, tais alegações não procedem. Fui abordado por uma pessoa que me pediu para cantar minhas músicas em meio ao local onde eu me divertia.
Fui delicado e informei que poderia tirar fotos e dar autógrafo, porém não poderia cantar, pois estava impossibilitado no momento por condições vocais. Não obstante minha presteza, essa pessoa que me parecia alterada, não compreendeu e começou me hostilizar de forma rude. Me injuriou, me ofendeu e me agrediu com seu amigo. Fiquei extremamente triste com o tratamento dispensado.”