Sete de Setembro sem desfile militar

O Ministério da Defesa informou nessa terça-feira (17) que não haverá desfile militar no dia 7 de setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil, em razão da pandemia de covid-19. A pasta informou que, no lugar do desfile da Independência, as Forças Armadas vão fazer o hasteamento da bandeira em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, com restrição de público. O desfile de 7 de Setembro já havia sido cancelado ano passado, também por causa da pandemia.

 

Na dúvida

O Podemos decidiu lançar novamente o senador Alvaro Dias como presidenciável, nas próximas semanas. A definição ocorre mesmo antes de Sergio Moro tomar a decisão final se vai entrar na disputa ao Palácio do Planalto em 2022. A presidente do partido, Renata Abreu, diz que tanto o senador quanto o ex-juiz federal contam com apoio da maioria internamente e acha importante que Dias já comece a rodar o País para espalhar as ideias da legenda.

 

Telemarketing

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) abriu consulta pública sobre a proposta de definir o código 0303 para ligações de telemarketing. A Consulta Pública nº 41/2021 recebe contribuições até o dia 29 de setembro. Com o código, o consumidor poderá identificar ligações de oferta de produtos e serviços. Para enviar sugestões, o cidadão deve clicar em “contribuir” na página da consulta pública.

 

Operações suspeitas

De janeiro a julho deste ano, os bancos brasileiros já comunicaram ao Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) 234.336 operações com indícios de crimes financeiros, 95% do total reportado em 2020 e o dobro do total de 2019.

 

Operações II

De acordo com a Lei 9.613, de 1998, representantes de diversos segmentos (e não só das instituições bancárias) devem notificar o Coaf sempre que identificarem transações com indícios de lavagem de dinheiro, de financiamento de atividades terroristas ou de outras práticas ilícitas previstas em lei. Além de operações em espécie acima de R$ 50 mil.

 

Paranaense na ONU

O advogado paranaense Tracy Reinaldet foi nomeado nessa terça-feira (17) como representante brasileiro no Comitê Permanente da América Latina para Prevenção do Crime (Coplad). O órgão, vinculado à ONU (Organização das Nações Unidas), é composto por 19 países-membros e visa debater e propor melhorias para temas como crime organizado transnacional, justiça criminal e de gênero, situação carcerária do preso, entre outros. A cerimônia foi presidida pelo governador Ratinho Junior, no Palácio Iguaçu.

 

Sessão remota

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), anunciou ontem o adiamento, por tempo indeterminado, do retorno das sessões presenciais da Casa. A retomada estava prevista para o próximo dia 24, mas, segundo Traiano, diante das novas variantes da covid-19, a recomendação do setor médico do Legislativo é de que ela seja adiada e as sessões seguem remotas.

Foto: Ari Dias/ AEN.

 

Valorização

O governador Ratinho Júnior autorizou ontem o pagamento de promoções e progressões a 9.860 profissionais da Secretaria de Estado da Segurança Pública. O avanço na carreira, com a destinação de R$ 19,2 milhões até o fim do ano, faz parte de uma série de melhorias implantadas pelo governo do Estado na área, que inclui também a modernização da frota, armamentos e equipamentos, além de outras medidas de valorização das forças de segurança.