Fux derruba entrevista de Lula

O vice-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luiz Fux, decidiu na noite de sexta-feira (28) suspender a autorização para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conceda entrevista a jornalistas mesmo preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. A permissão havia sido dada pelo ministro Ricardo Lewandowski, também do STF. A decisão de Fux vale até o julgamento do caso pelo plenário da Suprema Corte, que poderá referendar ou não o posicionamento do ministro. Ainda não há previsão de quando o processo será apreciado pelos 11 ministros da Corte.

Afronta

A determinação de Fux atende a pedido do Partido Novo, que pediu que Lula não fosse autorizado a dar entrevistas antes das eleições sob a alegação de que a decisão de Lewandowski afronta o princípio republicano e a legitimidade do pleito.

Pré-eleição

O partido alegou que faltam menos de dez dias para o primeiro turno, que Lula tentou concorrer à Presidência da República e que a coligação “O Povo Feliz de Novo” insistiu por muito tempo em apresentá-lo como se fosse candidato ao Palácio do Planalto. “Não se pretende com a presente ação impor qualquer tipo de censura. Muito longe disso, o que se pretende é que a entrevista não seja realizada antes das eleições”, sustentou o partido Novo.

Ao vivo

A Câmara de Foz do Iguaçu passou a transmitir ao vivo as licitações realizadas pela Casa. A transmissão é feita em plataformas como a TV Câmara, o site oficial e as redes sociais. Todo o processo também pode ser consultado no Portal da Transparência, onde o cidadão também pode acompanhar a execução dos contratos e os respectivos pagamentos.

Exemplo

A iniciativa já vinha sendo adotada em Cascavel pelo prefeito Leonaldo Paranhos e foi inclusive lembrada e citada pelo candidato ao governo do Estado Ratinho Júnior durante debate na RICTV Record TV, no início da noite de sexta-feira. Segundo Ratinho, o sistema permitiu à prefeitura a economia de R$ 100 milhões.

Convocação I

E por falar em Cascavel… A notícia de uma convocação nada amistosa foi enviada via imprensa na sexta-feira. Trata-se de uma reunião que ocorre nesta segunda-feira às 14h na Câmara. O vereador Jaime Vasatta “convocou” os secretários Romulo Quintino, Renato Segalla, Luciano Braga Côrtes e também Adir Tormes. O assunto em pauta é a Lei 6.584/2016, que trata de publicidade e propaganda na cidade.

Convocação II

A nota diz que o motivo da “convocação” é debater a aplicabilidade da lei que deveria ter entrado em vigor em um ano e meio. “Nota-se que até o presente momento, a Prefeitura de Cascavel mantém-se inerte na parte que lhe cabe, ou seja, de realizar a efetiva fiscalização”.

Vídeo I

Depois de tentar, sem resultado, retirar do ar o vídeo do seu depoimento ao Gaeco após ter sido presa no início do mês, a ex-primeira-dama Fernanda Richa divulgou nessa semana um novo vídeo em suas redes sociais.

Vídeo II

Sem citar as prisões, Fernanda faz um desabafo emocionado, em um vídeo de 55 segundos produzido por profissionais da área especialmente para a finalidade. Com o semblante carregado e voz serena, ela começa dizendo “quem cata agora as penas ao vento?”. Mais adiante afirma: “Eu não devo nada. Eu não temo nada. Minha vida sempre foi e será um livro aberto”. E conclui dizendo: “Quem achou que fosse desestruturar minha família pensou errado. Estamos mais fortes, mais unidos”.