Contas do Estado

Diante da polêmica sobre o sistema de dados do governo do Estado, o qual chegou a ser ilustrado pelo governador Ratinho Junior como “o avião está voando sem poder enxergar o que está acontecendo na frente”, o secretário da Fazenda, Renê de Oliveira Garcia Junior, reúne a imprensa hoje para detalhar a situação das contas do Estado. Ele também vai explicar a situação do Novo Siaf, sistema de gestão financeira do governo, e sobre medidas que está adotando.

Base aliada

Desde as eleições, o governador Ratinho Junior trabalha para melhorar sua base na Assembleia Legislativa do Paraná. Ciente de que não bastará a articulação do deputado Hussein Bakri, que escolheu para ser seu líder na Alep, Ratinho tanto fez que conseguiu se aproximar dos cinco “cabeças” da Assembleia – deputados do PSB, partido que fez parte da coligação da adversária Cida Borghetti. As informações são do blog Contraponto.

Quem são

Os veteranos Luiz Cláudio Romanelli, Alexandre Curi, Tiago Amaral, Jonas Guimarães e Artagão de Mattos Leão acumulam quilometragens de vivência incomparavelmente maiores do que quase todos os demais deputados da Casa. Assim, a inclusão da bancada do PSB na base dá segurança e tranquilidade a Ratinho para o trâmite rápido e favorável das matérias que propuser.

Jucepar

Definido novo presidente da Jucepar (Junta Comercial do Paraná): é o contabilista Marcos Sebastião Rigoni de Mello. Na vice-presidência ficou Sebastião Motta e Leandro Marcos Raysel Biscaia assume como secretário-geral. Para as chefias dos núcleos regionais da Secretaria da Agricultura, Ratinho Júnior optou por nomeações temporárias de servidores: em Cascavel fica o engenheiro agrônomo Gert Marcos Lubeck e, em Toledo, Paulo Roberto Salesse.

Estreia no oeste

O governador Ratinho Junior visita o oeste do Paraná pela primeira vez após assumir o comando do Estado. Ele vem a Foz do Iguaçu para participar da comemoração dos 80 anos do Parque Nacional do Iguaçu. Ratinho participa da solenidade às 10h30. A diretoria do Parque preparou uma ação especial para funcionários e convidados, quando serão apresentados os resultados sustentáveis no âmbito ambiental e turístico da unidade de conservação.

Vai e volta

A vinda ao oeste será bate e volta. A agenda de Ratinho não prevê visitas à região. O governador anda com a pauta cheia na capital.

Troca em Foz

O vice-prefeito Nilton Bobato assumiu ontem a Prefeitura de Foz do Iguaçu até 24 de janeiro, quando o titular Chico Brasileiro volta das férias. Em dois anos de mandato, essa é a segunda vez que Bobato senta na cadeira do chefe.

Metas

Antes de sair, Chico deixou ordem expressa aos secretários: quer a apresentação bimestralmente das metas alcançadas e a lista de projetos e das ações em andamento.

3ª delação

Em menos de um ano, ex-ministro (Fazenda e Casa Civil) dos Governos Lula e Dilma Antônio Palocci firma seu terceiro acordo de delação premiada. Agora, no âmbito da Operação Greenfield, que mira desvios nos maiores fundos de pensão do País. Palocci presta desde segunda-feira uma série de depoimentos aos investigadores na Procuradoria da República no Distrito Federal, em Brasília.

Desespero de Lula

Para desespero do PT, no acordo Palocci vai abordar a atuação do ex-presidente Lula para que a Funcef e a Petros entrassem como acionistas da Norte Energia, proprietária da usina hidrelétrica de Belo Monte. Palocci já havia contado que Lula interferia em investimentos dos fundos de pensão desde a década de 90 e que teria recebido propina por causa de sua atuação relacionada à construção de Belo Monte.

Contagem regressiva

Por falar em Lula… sua ansiedade deve estar aumentando. É que dois processos contra ele estão prontos para julgamento e sentença. O que apura corrupção e lavagem de dinheiro no Sítio de Atibaia e outro no qual é acusado de propinas de R$ 12,5 milhões da Odebrecht, por meio de um terreno onde supostamente seria sediado o Instituto Lula e o apartamento vizinho à sua residência, em São Bernardo.