Calendário estadual

O governo do Paraná vai anunciar nesta semana o cronograma de todas as datas de vacinação da covid-19 das pessoas acima de 18 anos, a exemplo do que já fazem outros 11 estados brasileiros. Com isso, as pessoas que ainda não se imunizaram poderão saber quando serão vão receber a primeira dose. “Estamos trabalhando hoje [segunda-feira] nessa definição. Já temos pedido do governador Ratinho Jr para podermos estabelecer esse calendário com base bastante consistente, base técnica que de fato possamos cumprir a vacinação de todos os paranaenses acima de 18 anos e todos os integrantes de grupos prioritários”, anunciou, em entrevista à Rádio CBN Curitiba, a diretora de Atenção e Vigilância da Secretaria Estadual de Saúde, Maria Goretti David Lopes.

 

Vacina atrasada

O TCE-PR deu cinco dias para que 16 prefeituras paranaenses esclareçam os motivos do baixo índice de aplicação das vacinas contra a covid-19. Os ofícios foram enviados na quinta (10) aos municípios que apresentam índice de vacinação abaixo de 60% das doses que lhes foram enviadas, conforme dados do painel de vacinação do Ministério da Saúde. A pior situação é de Palmital (centro-sul) que só teria aplicado 33,44% das 6.387 recebidas. Do oeste consta apenas Nova Santa Rosa, com 59,46% das vacinas aplicadas.

 

Prorrogação

O governador Ratinho Junior encaminhou à Assembleia Legislativa decreto que prorroga até 31 de dezembro o prazo de vigência do Estado de Calamidade Pública para enfrentamento a pandemia de covid-19 no Paraná. O Estado de Calamidade Pública flexibiliza questões orçamentárias e administrativas para assegurar recursos.

 

Nova Ferroeste

O traçado completo e definitivo da Nova Ferroeste, estrada de ferro que vai ligar Maracaju (MS) ao Porto de Paranaguá, não está definido e depende de estudos ambientais e de engenharia que estão em curso. Sabe-se que o novo traçado prevê que, a partir da Lapa, o trem siga para Paranaguá margeando a BR-277.

 

Com covid

A vereadora Professora Liliam (PT), de Cascavel, testou positivo para covid-19. Nas redes sociais, ontem, ele informou ter sintomas avançados e, por isso, está impossibilitada de participar das sessões, mesmo de forma remota.

 

Pelas mulheres

A Câmara aprovou o Projeto de Lei 59/21, que proíbe que condenados por crimes previstos na Lei Marinha da Penha assumam cargos comissionados ou sejam contratados em funções de direção, chefia e assessoramento pela Prefeitura de Cascavel. A lei foi proposta pelo vereador Policial Madril e visa criar barreiras à impunidade e garantir que esse tipo de comportamento não seja tolerado no serviço público.

 

Terceira via

Segundo o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, “está marcada para quarta-feira mais uma tentativa de juntar as pontas da tal terceira via, que muitos veem mais como uma rua sem saída. Um almoço em Brasília reunirá os presidentes de MDB, PSDB, DEM, Novo, Cidadania, PV, Solidariedade e PSL. Ninguém imagina sair dali com nome algum, mas com uma unidade mínima”.

 

 

500 processos monitorados

Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia de covid-19, o Observatório Social do Brasil – Foz do Iguaçu (OSB – FI) mantém o monitoramento da aplicação de recursos públicos. Relatório mostra o acompanhamento de 504 procedimentos nos primeiros quatro meses deste ano. Foram analisadas 73 licitações para compras e serviços realizados pela administração municipal. Já as contratações diretas monitoradas somaram 55 dispensas e 376 inexigibilidades lançadas pela prefeitura, por autarquias e Câmara de Vereadores. Por lá, quem comanda o Observatório é Danilo Vendruscolo, que já presidiu o POD (Programa Oeste em Desenvolvimento).