Guaíra – A PRF (Polícia Rodoviária Federal) prendeu na noite de quinta-feira quatro homens carregando medicamentos irregulares em Guaíra, na região oeste do Paraná.

A equipe da polícia abordou o condutor de um automóvel Volkswagen Santana na BR-163, em frente à unidade operacional da Ponte Ayrton Senna. Em vistoria no veículo, os policiais rodoviários federais encontraram diversas caixas carregadas com medicamentos de indicação terapêutica e sem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Ao todo, 160 medicamentos foram apreendidos. O grupo confessou à polícia que vendia os produtos para comunidades indígenas do Mato Grosso do Sul. Motorista e passageiro do veículo foram presos em flagrante.

Logo depois a polícia abordou uma camionet Amarok, vistoriou e encontrou mais medicamentos irregulares. Os ocupantes disseram que estavam acompanhando os detidos que estavam no Santana. Eles também foram presos. Mais um veículo ainda foi localizado pela polícia, abandonado em um posto de combustível. O Fiat Strada também estava com medicamentos ilegais.

Produtos

Foram recolhidos produtos como Xarope da Vovó, cuja embalagem traz indicações para asma, gripe, tosse e infecções pulmonares; Gel do Amazonas, para reumatismo, artrose, varizes; e Gel Cura Tudo, indicado para cólicas, feridas, picada de insetos e micoses. Nenhum dos três produtos tem registro nem autorização da Anvisa.

A PRF encaminhou os quatro presos, a carga e os veículos para a Delegacia da Polícia Civil em Guaíra.